Anvisa proíbe uso de equipamento de radiação ultravioleta

O Diário Oficial da União publicou ontem (11), a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária que determina a proibição, em todo o País, do uso dos equipamentos para bronzeamento artificial baseado na emissão de radiação ultravioleta.

Estudos apontaram efeitos nocivos dessa prática de bronzeamento artificial, que segundo a Anvisa aumentam os riscos de câncer de pele que, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer, corresponde a 25% dos tumores malignos registrados no País.

O bronzeamento artificial já estava proibido pela Anvisa para menores de 16 anos e para jovens com idade entre 16 e 18 anos que não apresentassem autorização do responsável legal. Ficaram de fora da proibição as câmaras de emissão de radiação ultravioleta destinadas a terapias médicas.

 

Dúvidas ou Sugestões