O desrespeito continua

Por enquanto, tanto a prefeitura quanto a Polícia Militar estão sendo pacientes com os motoristas que insistem em estacionar veículos nas ciclofaixas. Basta passar pelas vias com trechos demarcados para se ter noção do quanto a iniciativa é desrespeitada.

De acordo com o coordenador do Instituto Brusquense de Planejamento e Mobilidade (Ibplan), Paulo Sestrem, a aplicação das multas somente ocorrerá após a implantação total das faixas, ainda sem data prevista. Durante esse período, o trabalho de educação dará a tônica. “Não é que não vai existir fiscalização. Vai sim, só que sem a punição, ainda, e sim como medida educativa”, aposta Sestrem.

Ele confirma que o prazo de aplicação da penalidade deverá ser de 30 dias após a implantação das faixas. 

A pintura das ciclcofaixas foi interrompida nas últimas semanas devido ao mau tempo. Segundo o Ibplam, serão instituídos 27 quilômetros delas nas ruas de Brusque. As vias Lauro Muller e 1º de Maio são as primeiras a receber as faixas. Em todas serão implantados taxões e uma linha amarela, para sinalizar a existência de pista dupla para bicicletas.

A Polícia Militar alerta aos motoristas que a ciclofaixa é uma via de uso exclusivo de ciclistas. O desrespeito acarretará em multa, perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação e apreensão do veículo via guincho.

Dúvidas ou Sugestões