Ataques mudaram a história do mundo

O dia de hoje (11) é marcado pelos 8 anos dos ataques às torres gêmeas do World Trade Center, no coração de Nova York (EUA). Os atentados suicidas foram organizados por grupos da Al-Qaeda, entidade terrorista do Oriente Médio, contra alvos civis norte-americanos e entraram para a história como os acontecimentos mais marcantes do início do século 21.

Na manhã daquele dia, quatro aviões comerciais foram sequestrados por fundamentalistas islâmicos, sendo que dois deles colidiram contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Manhattan, Nova York. Um terceiro avião foi direcionado pelos sequestradores para uma colisão contra o Pentágono, no Condado de Arlington, Virgínia. Os destroços do quarto avião, que atingiria o Capitólio, foram encontrados espalhados num campo próximo de Shanksville, Pensilvânia.

A versão oficial apresentada pelo governo norte-americano reporta que os passageiros deste último vôo enfrentaram os supostos sequestradores e que, durante este ataque, o avião caiu. Os atentados causaram a morte de 3.234 pessoas e o desaparecimento de 24.

A partir daí a história do mundo se modificaria rapidamente. O governo de George W. Bush se agarrarou à questão da ameaça de terrorismo para atacar países como o Afeganistão e o Iraque, além de redobrar as medidas contra a liberdade de circulação e de informação nos Estados Unidos e, por consequência, em todo mundo.

Quatro brasileiros foram mortos.

Dúvidas ou Sugestões