Disputas de Gaiola Cross inauguram a pista da Fenajeep

O segundo dia da XXVIII Festa Nacional do Jeep - Fenajeep foi de grande movimentação. Centenas de pessoas passaram pelos portões do Pavilhão da Fenarreco nesta quinta-feira (16), feriado de Corpus Christi, para prestigiar o evento, que contou com a abertura das competições do Gaiola Cross - a prova contra o relógio que desafia a resistência dos pilotos e é uma das competições mais aguardadas da festa. 

Este ano, ao todo estão competindo na disputa 110 pilotos, nas categorias Turbo e Aspirado, vindos de todo o país. 

Entre eles, está o estreante na competição, Felipe Pretacin, 37 anos, vindo de Jundiaí, interior de São Paulo. “Sempre participei da Fenajeep, mas na equipe de apoio. Hoje, venho competir pela primeira vez à frente do volante. Minha categoria é a Turbo e a expectativa é de fazermos o melhor tempo e garantir a classificação”, projetou.

Para o paranaense de Araucária, Lucas Oaska, 22 anos, mais conhecido como “Formiga”, quando o assunto é participar do Gaiola Cross, ele esquece de tudo e só sente a adrenalina no coração. “Considero a Fenajeep o maior evento do setor. É uma alegria imensa poder participar, retornar ao evento com a presença e apoio da minha família, o que é ainda mais especial”, comenta. 

Já para o guabirubense Oberdan Kohler, 27 anos, competir na Fenajeep não é novidade, já que desde os 14 anos ele participa do evento. Em 2011, começou no Gaiola Cross e nunca mais parou. Segundo ele, o importante não é ficar em primeiro lugar, mas sim a confraternização e as amizades durante o evento. “São amizades que ficam para a vida. Além do que, estar aqui é uma emoção é muito grande. Claro, queremos ficar em primeiro, mas o intuito desse evento é estabelecer relações de amizade, por isso torcemos por todos e até quando nosso concorrente vence, ficamos felizes com a vitória. Somos uma grande família e depois de dois anos, todos estão empolgados, com ainda mais determinação, com o retorno da festa”, declara.

Pista aprovada

Para o diretor de provas, Claudiomir Reitz (Kiko) o primeiro dia das competições de gaiola foi dentro do esperado. “A pista está muito ágil, os pilotos estão muito contentes com os resultados e neste primeiro dia de Gaiola e já tivemos busca por recorde em cima de recorde. Nesta sexta-feira, teremos o início das demais provas, como UTV, que é uma novidade na pista e eu acredito que vai ser um show à parte, vai superar as expectativas. Vamos verificar alguns detalhes da pista, mas temos certeza que no final de semana será de ótimas disputas”, considerou. 

Além disso, segundo ele, as expectativas são de que o clima contribua para o evento, bem como que o público continue prestigiando esta edição da festa.  “Com certeza o público e os pilotos são os principais elementos da Fenajeep e é muito gratificante vermos a ‘casa cheia’ desde a abertura, na quarta-feira à noite, e também neste segundo dia, com o salão off-road e as arquibancadas lotados, mostrando o prestígio que a festa tem. Estamos muito felizes e temos certeza que os próximos dias serão se muita adrenalina”, completou. 

Autoridades prestigiam solenidade de abertura

"Declaro aberta a 28ª Fenajeep". Foi assim, com a voz firme, mas tocada pela emoção, que o presidente do Brusque Jeep Clube, Rafain Walendowsky, anunciou a abertura oficial da 28ª Festa Nacional do Jeep (Fenajeep), na noite de quarta-feira, 15 de junho, no Pavilhão da Fenarreco. O momento era aguardado com ansiedade, após dois anos sem a realização presencial do evento, por conta da pandemia. Autoridades, convidados e um público expressivo acompanharam a solenidade e já conferiram de perto as novidades em peças, acessórios e veículos, no Salão Off-Road. 

“Depois de dois anos estamos de volta, com uma edição organizada em tempo recorde. São quase 500 pilotos, entre as provas de Jeep Cross, Gaiola, UTV, Desafio e Rally. Temos passeios no sábado, o Expedition e Radical, com vagas esgotadas, além do Salão Off-Road e da exposição de viaturas militares. A expectativa é de, até domingo, reunir o maior público de todos os tempos”, declarou o presidente do Brusque Jeep Clube, Rafain Walendowsky.

Segundo ele, até o início deste ano, não havia a confirmação da festa. Isso porque o terreno, na Estrada da Fazenda, não estava em condições de uso e, no Pavilhão da Fenarreco, a área disponível não era suficiente para o acampamento e parte da pista.

“Então agradecemos à Família Hoffmann, pela parceria e pela liberação do espaço. Também agradeço à Comissão Organizadora da Fenajeep, que sabe trabalhar em equipe e tornou possível a realização deste grande evento em poucos meses”, afirmou Rafain. 

 

Fomento ao turismo

Presente na abertura, o senador Jorginho Mello fez uso da palavra e enalteceu a importância da retomada do setor de eventos. “O turismo movimenta mais de 50 atividades econômicas e foi muito prejudicado durante a pandemia. Por isso, parabenizo os organizadores, por manterem viva esta festa que ultrapassa a divisa do Brasil e se configura como a maior do segmento off-road da América Latina”, destaca o senador. 

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Brusque, Ademir Jorge, também ressaltou a importância da Fenajeep, para o município e região. “Só tenho que parabenizar os guerreiros que formam a Comissão Organizadora deste grandioso evento. Nossos hotéis estão lotados, os visitantes estão passeando pela cidade, comprando no comércio local e contribuindo com a economia”, ressalta. 

O presidente da Câmara de Vereadores, Alessandro Simas, saudou os visitantes que já estavam presentes. “Sejam bem-vindos. Este é um marco histórico da retomada dos grandes eventos em Santa Catarina”, enfatiza. 

 

Hasteamento da bandeira

Antes da solenidade de abertura, houve o hasteamento da Bandeira Nacional, junto à pista da Fenajeep. O ato contou com a participação de 80 atiradores do Tiro de Guerra, ao som do Hino Nacional executado pela fanfarra do Colégio Cônsul Carlos Renaux.

“É uma satisfação estar aqui. Momentos cívicos elevam o nosso patriotismo e Brusque vivencia a nacionalidade de uma forma muito bonita, com bandeiras nas casas e nos centros comerciais. Manter a Bandeira Nacional em um evento desta magnitude é um sinal de alegria para nós, militares, e para todos os brasileiros”, expressa o Chefe de Instrução do Tiro de Guerra, o subtenente Ivan Silva Santos.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Hospital Azambuja entrega ofício ao Ministro da Saúde sobre agilidade em credenciamento de alta complexidade

Na noite de sexta-feira (17), o Hospital Azambuja fez a entrega de um ofício ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, solicitando agilidade na liberação do credenciamento das altas complexidades, que tramitam na pasta. O encontro aconteceu durante evento promovido pelo Rotary Club Hermann Blumenau e SOMAR, o qual contou com a presença de diversas entidades que atuam no setor.  “O Hospital Azambuja segue firme em seu propósito de trazer a alta...
Continuar lendo...

(Vídeo) UTI Neonatal é inaugurada no Hospital Azambuja

Na manhã desta terça-feira (28), ocorreu no hospital Azambuja a inauguração dos 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e dois leitos de UTI pediátrica na instituição. O prefeito Ari Vequi e o secretário de Saúde, Osvaldo Quirino de Souza estiveram na cerimônia, que também contou com a presença de autoridades, empresários e funcionários do hospital. Os novos leitos estão no...
Continuar lendo...

Prefeitura inicia produção de silagem em propriedades agrícolas

A diretoria de Agricultura de Brusque iniciou, esta semana, a produção de silagem nas propriedades dos agricultores do município. Os produtores que necessitam do serviço podem solicitar diretamente pelo telefone com o chefe de Agricultura, José Gilmar Pereira (47) 9657-7079. A silagem é importante durante o inverno e em períodos de seca, pois pode substituir ou complementar a pastagem do gado. Atualmente a diretoria de Agricultura atende 520...
Continuar lendo...