Ministro entrega obras de macrodrenagem e recapeamento em Brusque

Na manhã desta terça-feira (14), foi entregue as obras de macrodrenagem e recapeamento da bacia das ruas Felipe Schmidt e João Bauer. O evento contou com a presença do ministro do desenvolvimento regional, Daniel de Oliveira Duarte Ferreira; prefeito Ari Veque, senador Jorginho Mello (PL); secretário nacional de saneamento, André Galvão; presidente da câmara municipal de Brusque, Alessandro Simas, entre outras autoridades.

O prefeito Ari Vequi destaca a importância da obra, que recebeu recursos de mais de R$ 4 milhões, só em financiamento da Caixa e do Ministério da Integração, e que vai prevenir alagamentos na região central. “Hoje, temos a alegria de contar com o ministro de Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, na nossa cidade e o senador Jorginho para entregar essa obra que é, em parte, do governo federal e que vai melhorar significativamente a qualidade de vida dos moradores da região contemplada, especialmente quando há a ocorrência de muitas chuvas”. 

No complemento das obras de melhorias na região central da cidade, além da etapa custeada pelo governo federal e entregue oficialmente nesta terça-feira, segundo o prefeito, deve ser concluídos, ainda nesta semana, os trabalhos de de pavimentação asfáltica das ruas Sebastião Belli, vereador Guilherme Niebuhr, Gustavo Krieger e Rodolfo Victor Tietzmann, vias transversais à João Bauer, com investimentos do próprio município na ordem de R$ 574 mil. “É uma obra de mais de 20 anos aguardada pela comunidade. A qualidade do serviço é muito boa, e a rapidez da empresa também foi ótima”, resume.

Para o senador Jorginho Mello, “uma obra como essa, feita aqui com o prefeito Ari, não aparece, mas sua importância é extraordinária para Brusque. Santa Catarina sofre com enchentes, infelizmente, vem ano e passa ano e temos essa dificuldade, principalmente por conta da nossa geografia. Obras estruturantes como estas, impactam, melhoram a segurança e patrimônio das pessoas, e principalmente evitam enxurradas. São obras transparentes, você não vê, mas que são mais importantes, muitas vezes, do que obras que se apresentam gigantescas”, completa.

O ministro de Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, também reforça que, apesar de ser uma obra considerada invisível, pois fica abaixo do asfalto e que por isso mesmo muitos políticos não querem fazer, essa ação de drenagem traz um benefício muito rapidamente depois de pronta. 

“O país passa por um momento em que o Orçamento Geral da União está escasso, então o presidente pediu para concentrarmos os recursos nas obras que já estão em andamento, e antes de começarmos uma nova devemos terminar as obras que estão em andamento, como é o caso dessa de Brusque, que foi contratada em 2010 e estava paralisada”, finaliza.

O orçamento é superior a R$ 4 milhões, e envolvem a implantação das galerias em toda extensão da bacia Felipe Schmidt/João Bauer, e assim solucionando os problemas causados pelas enxurradas, que alagam a área central. A ordem de serviço das obras, foi assinada em setembro de 2021, no gabinete do prefeito Ari Vequi. 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões