Caminhoneiro que arrastou casal e matou mulher é condenado

Vídeos

Caminhão colide com moto e arrasta vítima e veículo pela via

Foi condenado a 14 anos de prisão o caminhoneiro que arrastou um casal de motociclistas por cerca de 30 quilômetros na BR-101. O julgamento ocorreu nesta quinta-feira (9), em Itajaí.

O crime que chocou o Brasil ocorreu em março de 2021. Na época, as cenas foram filmadas e mostravam o caminhão arrastando a moto, com o motociclista pendurado na porta da cabine pedindo para ele parar.

Na moto estava o casal Anderson Pereira, de 49 anos, sobreviveu, e sua esposa Sandra Pereira, de 47 anos, que morreu logo após da entrada no hospital.

O júri popular que começou na manhã desta quinta-feira (9) foi até sete da noite. Depois de horas, o homem recebeu a condenação por quatro crimes: tentativa de homicídio doloso relacionado a Anderson (8 anos), homicídio simples de Sandra (6 anos), fugir do local do crime (6 meses) e dirigir sob embriaguez (6 meses).

Na época do crime, o caminhoneiro foi preso em flagrante, e ele disse à polícia que voltava de uma viagem a São Paulo e, na ocasião, estava sob efeito de entorpecentes e arrastou a moto desde Piçarras.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões