Dengue em Brusque: multas vão de R$ 5 mil a R$ 1,5 milhão

Mais de 30 multas por não cumprimento de ações de combate à dengue foram aplicadas em Brusque somente no mês de abril. Os valores variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil, podendo chegar a até R$ 1,5 milhão em casos graves. A informação é da Diretoria de Vigilância e Saúde.

De acordo com a diretora Ariane Beatriz Costa Fischer, a medida é extrema e se aplica somente quando esgotam todas as possibilidades de diálogo e orientações. São situações de água parada, piscinas em mau estado de conservação e verdadeiros criadouros do mosquito transmissor da doença.

“Infelizmente, temos que ser mais incisivos, porque a pessoa não está prejudicando somente a si. É um caso de saúde pública”, disse ela em entrevista à Rádio Cidade.

O processo até chegar à multa, que é registrada tanto no CPF, no caso de pessoa física, ou CNPJ, quando empresa, passa por várias visitas ao local infectado ou com risco disso, orientações e notificação para que seja feita a limpeza destes espaços. Em não havendo colaboração e atendimento para com o pedido do setor de saúde, a multa é a medida final.

“A reação é de indignação. Quando há ameaça, chamamos a polícia. Com a polícia junto, a pessoa age diferente”, pontua Ariane.

Conforme dados da Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque, a cidade possui, atualmente, 1.079 casos de pessoas infectadas pela doença e em tratamento. Foram confirmado este ano 4.373, sendo, destes, nove pessoas que morreram. Três pessoas estão internadas em UTI e quatro em enfermaria.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões