Amamenta Brusque celebra mais um Dia do Aleitamento

O ato de doar não beneficia somente quem recebe, mas quem faz a doação também. É isso que relatam as mães que participam do Programa Amamenta Brusque, da Secretaria de Saúde.

Neste mês, uma data especial é celebrada, no dia 19 de maio, é o Dia Internacional da Doação de Leite Humano. Em Brusque, o Amamenta foi implantado em 2014, desde então encontra-se credenciado na Rede Brasileira de Banco de Leite.

A enfermeira, e coordenadora do projeto, Sheila Neves, destacou a importância da doação. “Doar leite materno é um gesto que salva vidas. Um litro de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia. Toda mulher que está amamentando e tem leite em excesso é uma possível doadora”.

Para doar, a mulher precisa ser saudável, e não fazer uso de nenhum medicamento que interfira na qualidade do leite materno. As interessadas, podem entrar em contato com o Posto de Coleta, no Whatsapp (47) 9 96981221 ou com a Secretaria no telefone, (47) 3255-6840. Após, a equipe fará uma breve entrevista e as orientações para a doação.

Depoimento de quem já participou do programa

 A mãe da Olivia, do Henrique e esposa do Jonatas, a Jéssica Aparecida de Souza Schutell, 29 anos, ajudou e foi ajudada com o programa. A amamentação é sempre um momento angustiante para as mães, a preocupação de alimentar o recém-nascido é grande e de acordo com Jéssica com ela também foi assim.

“A Olívia é um presente de Deus, eu queria muito um filho, e já tinha perdido dois, e em meio a isso, ela veio. E eu queria muito alimentar ela, e no começo foi difícil, até que eu fui fazer o teste da linguinha nela eu tive contato com as meninas do Amamenta, e a partir daí, recebi várias informações, além de doar o leite, elas me ajudaram muito, com dicas, apoio emocional, elas foram importantes naquele momento tão preocupante e felizmente a Olívia foi pegando o peito, e está crescendo saudável".

E sobre a doação, Jéssica, disse se sentir feliz em poder ter ajudado outros bebês. “Eu doei até os cinco meses da Olívia, e incentivo muito as mulheres a fazerem a doação. Hoje a pessoa pode estar doando e no futuro ela pode precisar, então eu digo para se informarem, conhecerem o programa e fazerem a doação”.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões