(Vídeo) Usuários registram ocorrência após serem barrados de atendimento no INSS

Vídeos

Inss

A dificuldade para realizar perícias na agência do INSS de Brusque gerou registros policiais na manhã desta segunda-feira (16). No boletim, usuários, com o procedimento remarcado para o dia na sexta-feira anterior, alegam ter sido impedidos de acessar o prédio sob alegação de um novo reagendamento.

Pelo menos dois casos foram registrados após a Polícia Militar ter sido acionada. Um deles, foi o da esposa de Rafael Fagundes, morador do Souza Cruz. Há cerca de um ano ela busca o serviço para uma operação no fêmur e quadril. Com o procedimento marcado, ela deveria passar por perícia no dia 18, porém remarcado, para a manhã desta segunda, segundo ela, na sexta passada. Ao chegar na agência, alega ter sido impedida de entrar no local e que a perícia havia sido transferida para 13 de junho.

Além do desencontro de informações e do atendimento prestado, Fagundes queixa-se de dificuldades para tentar esclarecer quem precisa do serviço. “Ela vai estar acamada e não vai conseguir ir até lá, a gente queria saber se o médico vai ir até lá? Eu vou poder levar os papéis até lá? Os guardas não sabiam responder, até por não ser a função deles, quem daria essa informação é o pessoal que está lá dentro”, reclama.

A Rádio Cidade tentou contato tanto com a gerência local da agência, quanto com o setor de comunicação do órgão. Em ambos os casos, não houve a possibilidade de uma entrevista, sob a justificativa de que por se tratar um serviço impactado por uma greve de peritos, servidores não vinculados diretamente ao INSS, não havia permissão para um posicionamento. Também não houve uma declaração oficial, até o fechamento do conteúdo sobre o atendimento prestado para a população.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões