Em 24 horas, Brusque tem 150 novos casos de dengue

Foram atualizados nesta segunda-feira (16), pela Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque, por meio do Programa de Combate a Endemias, os números da dengue e dos focos do mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, chikungunya e zika, entre outras doenças. O levantamento demonstra que, de janeiro até agora, o município soma 3.018 casos de dengue, e nas últimas 24h, foram 150 novos casos. Estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), duas pessoas, e oito na enfermaria. Desde o início do ano, até o momento, foram registrados sete óbitos em decorrência da doença.

Bairros em que foram registrados os casos

Em 2022 são 3.018 casos, onde, 140 são no Águas Claras, 194 no Azambuja, 43 no Bateas, 40 no Cedrinho, 39 no Cedro Alto, 237 no Centro I, 21 no Centro II, 214 no Dom Joaquim, 77 no Guarani, 82 no Limeira, 72 no Limoeiro, 387 no Jardim Maluche, 84 no Nova Brasília, 25 no Paquetá, 15 no Planalto, seis na Ponta Russa, 19 no Poço Fundo, 138 no Primeiro de Maio, 235 no Rio Branco, 19 no Santa Luzia, 73 no Santa Rita, 274 no Santa Terezinha, 97 no São Luiz, 59 no São Pedro, 296 no Souza Cruz, 69 no Steffen, 19 no Tomaz Coelho, 12 no Volta Grande e 32 no Zantão. 

Focos

O número de focos foi atualizado nesta segunda-feira (16), em 2022, são 1.030 focos. O bairro com maior número é o Dom Joaquim, com 76 notificações, seguido por Guarani com 73, Rio Branco, 70; Águas Claras, 67; Santa Rita, 61; Azambuja, 60; Maluche, 59; Limeira, 51; Santa Terezinha, 49; Nova Brasília, 46; Souza Cruz, 46, Centro I, 45; Steffen, 45. Completam as regiões com maior número de focos, Limoeiro, que tem 43, e Primeiro de Maio, com 42 ocorrências de focos identificadas ao longo de 2022. 

A partir destes números, os bairros brusquenses considerados infestados pela equipe técnica do Programa de Combate a Endemias são: Nova Brasília, Santa Terezinha, Santa Rita, São Luiz, São Pedro, Azambuja, Águas Claras, Primeiro de Maio, Jardim Maluche, Souza Cruz e Steffen. O que determina quando uma localidade é considerada infestada é uma análise que considera critérios como a quantidade de focos e de casos. 

Números para denúncias

A Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque, por meio do Programa de Combate a Endemias, também informa o número de telefone para denúncias, pelo WhatsApp, somente em formato de texto no (47) 9 88130095 ou ligação, pelo número da Ouvidoria Municipal no 156.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Mega-Sena acumula e próximo prêmio deve pagar R$ 45 milhões

Ninguém acertou os números do concurso 2.481 da Mega-Sena, realizado neste sábado (11) no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo. Os números sorteados foram 01-08-21-27-36-37. O prêmio acumulou para o próximo sorteio na quarta-feira (18) e a estimativa do prêmio é de R$ 45 milhões. A quina teve 72 ganhadores e cada um vai receber R$ 62.081,21. Os 5.710 acertadores da quadra...
Continuar lendo...

Juíza do caso da menina estuprada em Tijucas vai atuar em Brusque

O caso da menina estuprada e impedida de fazer aborto em Tijucas ganhou novos desfechos entre o final da manhã e a tarde desta terça-feira (21). A justiça determinou que a menina voltasse a morar com a mãe. A decisão foi confirmada pela advogada da família, mas a mesma não deu detalhes sobre qual será decisão em relação ao aborto. Outro ponto quanto ao caso é sobre a juíza Joana Ribeiro ter deixado...
Continuar lendo...

Sob vaias da torcida, Brusque perde em casa para Náutico

Após perder para o Vasco na última rodada, o Brusque Futebol Clube, jogou em casa contra o Náutico, buscando se reabilitar na competição. E diante da sua torcida e com vaias, o quadricolor perdeu para dos adversários por 2 a 1. Em um primeiro tempo muito ruim por parte das duas equipes, o lance principal do jogo veio aos 35 minutos. Alex Ruan recebe na entrada da área, o volante Ralph chega atrasado cometendo falta, e o juiz marca...
Continuar lendo...