Mamães ganham ‘Árvore da Vida’ no Hospital Azambuja

Mais de setecentas ‘Árvores da Vida’ se tornaram a lembrança de um dos momentos mais significativos na trajetória das mamães que tiveram seus bebês no Centro Obstétrico do Hospital Azambuja, neste ano de 2022. O projeto, que teve início em 2021 na instituição, realiza o ‘carimbo’ da placenta logo após o parto, com as informações do bebê. Segundo a coordenadora do setor de Obstetrícia e Neonatologia, Jamile Carvalho Dias, cada ‘Árvore da Vida’ é única, com um desenho próprio esboçado no papel em branco e recebe a cor de tinta preferida da mãe. “Já realizamos mais de 700 partos no hospital e oferecemos a todas as mamães a ‘Árvore da Vida’. No momento do parto, seja ele normal ou cesárea, nós identificamos a placenta com o nome da mãe e realizamos o carimbo da árvore. É uma ideia que trouxemos de um hospital de São Paulo e que teve uma grande aceitação por parte de nossas gestantes. É algo que fazemos com muito carinho pelas mães, uma lembrança única”, comenta.
A proposta faz parte de todo trabalho desenvolvido pelas equipes do Centro Obstétrico do Azambuja, a fim de tornar o momento do nascimento ainda mais humanizado. “É sempre uma surpresa ver a reação das mães quando entregamos a ‘Árvore da Vida’, elas ficam encantadas. E nós, enquanto equipe, nos sentimos felizes em proporcionar este momento a elas e de termos tido uma boa aceitação”, revela a coordenadora.
Melissa Franciele de Limas é uma das mamães que guarda com carinho a ‘Árvore da Vida’, recebida logo após o nascimento de seu filho Davi, no dia 13 de fevereiro deste ano. “Achei lindo esse trabalho do hospital de eternizar no papel a nossa placenta, ela que foi abrigo e proteção ao bebê durante os nove meses de gestação”, conta ela, que teve duas experiências de parto na instituição, a primeira em 2019, do filho Pedro Manoel e a segunda agora em 2022, ambos os partos naturais.
“Recebi toda atenção e cuidados dos profissionais do hospital em 2019, quando estavam iniciando a ampliação do Centro Obstétrico. Já em 2022, aos 24 anos, retornei ao Azambuja para reviver a emoção que é ser mãe mais uma vez. Agora com um pouco mais de experiência, tudo foi mais fácil. A Ala nova estava pronta, tudo com mais conforto, desde a recepção até os quartos. Tudo isso para trazer maior conforto e qualidade no atendimento para nós. Quero agradecer ao hospital por ter vivido duas experiências incríveis, uma diferente da outra, mas sempre sendo bem atendida e acolhida por todos. A nova ala da Maternidade ficou linda e acolhedora, tudo perfeito para receber os bebês e as novas mamães”, relata Melissa.

Maior conforto
Outra iniciativa da equipe foi a implantação do ‘tapa mama’, um modelo de top com elástico, utilizado pelas gestantes no momento do parto e na recuperação. “A ideia é trazer mais conforto às gestantes durante o parto e também no período em que permanecem no hospital, pois ele possibilita a amamentação. Nós oferecemos este top a elas logo que chegam no Centro de Parto. A peça é costurada com elástico e já vem lavada, higienizada e embalada pelo próprio hospital, sem risco de contaminação. Além disso, é de uso exclusivo, ou seja, as mamães levam para casa quando recebem alta médica”, explica Jamile.

Visita da gestante
Neste ano, o Hospital Azambuja retomou o projeto de ‘Visita da Gestante’ que acontece toda quinta-feira, às 14 horas. A paciente particular ou convênio, pode encaminhar um e-mail para o hospital, agendando sua visita (maternidade@haccr.org.br). A paciente SUS pode fazer o agendamento da visita diretamente com a Unidade de Saúde onde realiza seu Pré-Natal. 
De acordo com a enfermeira coordenadora, a visita começa pelo auditório do hospital, onde as gestantes obtêm informações sobre os sintomas que indicam trabalho de parto, como são realizados os partos, além de tirarem dúvidas relacionadas ao assunto, com os profissionais da instituição. Em seguida é realizada a visita ao Centro de Parto. “Fazemos o trajeto que a gestante fará no dia do seu parto, desde o local onde dará entrada no hospital, até o Centro de Parto. Mostramos as recepções, todas as salas e trabalhos realizados e os quartos da Maternidade. A visita é muito importante, porque a gestante se sente mais segura na hora do parto, conhecendo esses espaços de forma antecipada”, complementa Jamile.  

Saiba mais
O Centro Obstétrico do Hospital Azambuja conta com sala de espera, sala de triagem obstétrica, posto de enfermagem, consultórios médicos, sala de parto integrada com sala de assistência ao recém-nascido, sala amarela (emergência gestante), sala de observação clínica, sala de observação pós-parto, sala de exames, sala de exercícios, rouparia, vestiário e salas PPP (pré-parto, parto e pós-parto), com cinco leitos.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Trabalho de Conclusão de Curso de egresso da UNIFEBE é premiado em evento nacional

O curso de Engenharia Mecânica do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) representou a instituição no XXIV Colóquio de Usinagem, evento científico nacional, realizado este ano na Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Nesta edição, professores, acadêmicos, engenheiros, pesquisadores e profissionais das indústrias de usinagem debateram sobre as temáticas de Usinabilidade dos Materiais, Textura...
Continuar lendo...

Colisão entre carro e caminhão mata jovem de 22 anos

No final da tarde desta quinta-feira (12), por volta das 17h30, uma pessoa morreu após acidente entre um carro em um caminhão na rodovia SC 414, bairro Escalvados, em Navegantes. Segundo informações da polícia Militar Rodoviária (PMRv), o acidente ocorreu entre um Chevrolet/Cruze, com placas de Piçarras, cujo motorista era um homem de 22 anos e que morreu no local. O caminhão Mercedes Benz/Axor 2544, com placas de Ilhota, tinha como...
Continuar lendo...

(Vídeo) Código de Obras de Guabiruba é aprovado na Câmara e parte para sanção do prefeito

A segunda votação do projeto que estabelece o Código de Obras confirmou a aprovação unânime do Legislativo no último dia 7. Com isso, a proposta parte para ser sancionada ao não pelo prefeito Valmir Zirke.  O projeto foi elaborado após análises tanto do Executivo,quanto Legislativo,além da colaboração de entidades especializadas. O presidente da Câmara, Cristiano Kormann, projeta que a medida...
Continuar lendo...