Número de focos do mosquito da dengue aumenta em Brusque

Foram atualizados nesta segunda-feira (18), pela Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque, por meio do Programa de Combate a Endemias, os números da dengue e dos focos do mosquito Aedes aegypti na cidade em 2022. 

O levantamento demonstra que, de janeiro até agora, o município soma 781 focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, entre outras doenças. 

O bairro com maior número de focos é o Águas Claras, com 58 notificações, seguido por Santa Rita, com 54; Azambuja, 49; Rio Branco, com 49; Jardim Maluche, 49; Guarani, 47; Limeira, 47; Dom Joaquim, 41; Santa Terezinha, 41 e o Centro I, com 37 focos. Completam as regiões com maior número de focos, Steffen, que tem 37, e Nova Brasília, com 35 ocorrências de focos identificadas ao longo de 2022. 

A partir destes números, os bairros brusquenses considerados infestados pela equipe técnica do Programa de Combate a Endemias são: Nova Brasília, Santa Terezinha, Santa Rita, São Luiz, São Pedro, Azambuja, Águas Claras, Primeiro de Maio, Jardim Maluche, Souza Cruz e Steffen. O que determina quando uma localidade é considerada infestada é uma análise que considera critérios como a quantidade de focos e de casos. 
 
Casos

Foram confirmados desde o início do ano 1.040 diagnósticos de dengue, todos autóctones, ou seja, que são contraídos no município. No total, são 256 novos casos desde o boletim divulgado na última segunda-feira, 11 de abril . Onde, 47 são no Águas Claras, 76 no Azambuja, 16 no Bateas, nove no Cedrinho, 11 no Cedro Alto, 76 no Centro I, 13 no Centro II, 39 no Dom Joaquim, 11 no Guarani, 16 no Limeira, 12 no Limoeiro, 195 no Jardim Maluche, 18 no Nova Brasília, seis no Paquetá, dois no Planalto, um na Ponta Russa, nove no Poço Fundo, 53 no Primeiro de Maio, 54 no Rio Branco, um no Santa Luzia, 18 no Santa Rita, 93 no Santa Terezinha, 33 no São Luiz, 14 no São Pedro, 192 no Souza Cruz, oito no Steffen, sete no Tomaz Coelho, dois no Volta Grande e oito no Zantão. No total, são quatro óbitos em decorrência da doença. 

Número para denúncia

A Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque, por meio do Programa de Combate a Endemias, também informa o número de telefone para denúncias, pelo WhatsApp, somente em formato de texto no (47) 9 88130095 ou ligação, pelo número da Ouvidoria Municipal no 156.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Guga Noblat é obrigado a pedir desculpas a Luciano Hang

O jornalista Guga Noblat divulgou no seu Twitter, nesta semana, um pedido de desculpas ao empresário Luciano Hang. A publicação se deu após acordo na ação criminal movida contra ele por Hang. O jornalista divulgou que o empresário teria sido o responsável pela morte de sua mãe, Regina, em fevereiro de 2021 e também que ele havia falsificado o atestado de óbito da mesma. Noblat foi acionado na Justiça nas...
Continuar lendo...

Negociação termina com fuga de carro em alta velocidade

O que era para ser a venda de um produto acabou se tornando uma ocorrência policial no bairro Santa Terezinha, em Brusque, nesta quinta-feira (23). O comprador não pagou e fugiu de carro em alta velocidade. Segundo informações da Polícia Militar, uma guarnição se deslocou até a rodovia Antônio Heil, onde foi conversado com a vítima. Ela relatou que havia combinado com outra pessoa de entregar um produto fruto de...
Continuar lendo...

Ciclista é encaminhado para o hospital após acidente envolvendo moto

Um homem de 53 anos ficou ferido depois de se envolver em um acidente na rua Padre Antônio Eising, no bairro Azambuja. Ele conduzia uma bicicleta, que colidiu com uma Honda CG, com placas de Brusque, pouco antes das 17h, desta sexta-feira (29). Ele apresentava escoriações na perna direita, braço direito e face. Os ferimentos foram limpos e receberam tratamentos. Com Colar cervical, ele foi encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Azambuja. Já o condutor...
Continuar lendo...