Quais devem ser os candidatos a deputado por Brusque

Brusque tem, até o momento, três pré-candidaturas a deputado oficializadas e outras quatro ventiladas. Se confirmadas todas, a cidade lançará em outubro, pelo menos, sete nomes para a disputa de vagas na Assembleia legislativa de Santa Catarina e Câmara dos Deputados.

Até o momento, apenas três partidos confirmaram nomes como pré-candidatos para o pleito: PT, Novo e Podemos. Os outros quatro que chegaram a mencionar possíveis nomes, mas que ainda não os confirmaram oficialmente, são Republicanos, Progressista e Democracia Cristã.

De maneira oficial, o Novo foi o primeiro a anunciar uma pré-candidatura. Yordan Gums, ex-coordenador da legenda na cidade, foi apresentado durante congresso estadual do partido, realizado em Joinville no mês de março. Ele deve concorrer a deputado estadual. Até o momento, a legenda não apresentou pré-candidatura a federal, mas circula nos bastidores que deve apoiar nomes de outras regiões. Bruno Souza, de Florianópolis, é o mais provável a receber ajuda no pleito na cidade.

O segundo pré-candidato anunciado de forma oficial é o ex-vereador Paulinho Sestrem. Ele se filiou ao Podemos e deve concorrer novamente a deputado federal. Sestrem também já anunciou que vai dar apoio a um candidato de outra cidade. o escolhido é Daniel Netto Cândido, do mesmo partido, e que é ex-prefeito de São João Batista.

Por fim, o terceiro pré-candidato anunciado de forma oficial é o ex-prefeito de Brusque, Paulo Eccel (PT). O nome dele foi oficializado neste final de semana para concorrer a uma vaga de deputado estadual durante evento do partido na Rua Nova Trento.

Os outros quatro nomes que se ventila, mas que não foram anunciados de forma oficial por seus partidos, são do ex-prefeito Jonas Paegle,  a estadual, do vereador Alessandro Simas (Progressista), a federal, o vereador André Rezini (Republicanos), a estadual, e do ex-secretário de Desenvolvimento Social e atual vereador, Jocimar dos Santos de Lima (DC), também a  estadual.

A definição dos nomes vai ocorrer, de fato, com as convenções partidárias, que iniciam em 20 de julho e seguem até 05 de agosto. Os registros das candidaturas podem ser feitos até 15 de agosto.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões