Dificuldade de acesso a imóveis prejudica combate à dengue

Entrar em alguns imóveis para verificar a situação ou denuncias de água parada vem sendo um dos problemas das equipes de combate à dengue em Brusque. Isso porque os proprietários dos imóveis não permitem acesso aos espaços, o que lhes é assegurado por lei. Algo que tem atrapalhado muito o combate apo avanço da doença, que tem mais de 500 contaminado atualmente em Brusque.

A informação é da diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura, Ariane Beatriz Costa Fischer. Segundo ela, que falou entrevista ao programa Rádio Revista Cidade, da Rádio Cidade, desta segunda-feira (11).

“Pela Constituição, a residência é inviolável. Estava conversando com o major Pedro (comandante da PM) sobre o que podemos fazer, porque há situações em que existe crime contra a saúde pública. São piscinas verde, preta, cheias de larva e precisamos ser incisivos com relação a isso”, pontuou ela.

Outro problema que vem sendo atacado pelas equipes [e a sujeira e acúmulo de entulhos. Regiões como os bairros Steffen, Nova Brasilia, Azambuja, Santa Rita e Santa Terezinha têm se percebido maior volume destes materiais. No entanto, as orientações vêm sendo feitas no sentido de que a população nestas áreas evite o acúmulo dos mesmos.

Segundo Ariane, há 109 pontos estratégicos que pela cidade, entre ferro velho, floriculturas e recicladoras, que vem recebendo atenção especial pela facilidade de acúmulo de água e proliferação de criadouros do mosquito.

Ariane afirma que todo cuidado com a proliferação da doença é pouco. Uma pessoa pode contrair dengue até quatro vezes na vida. “A cada vez que acontece a reinfecção pode acontecer a febre hemorrágica, que é aquela que pode evoluir a óbito”, frisou ela.

A dengue é transmitida pela fêmea do mosquito Aedes Aegypti. Ela pode picar e espalhar a doença em até 150 pessoas. Água parada, seja limpa ou suja, podem se tornar grandes criadouros do mosquito.

Além de manter estes recipientes limpos, o uso de repelentes é altamente recomendado para evitar a contaminação.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões