“Gravíssimas e inaceitáveis”! Podemos abre procedimento disciplinar contra deputado

O Podemos, partido do deputado estadual Arthur do Val (SP), decidiu abrir procedimento disciplinar interno contra ele por declarações sexistas sobre as mulheres ucranianas, refugiadas da guerra. As declarações, divulgadas ontem (4), foram enviadas por ele em um grupo de WhatsApp e logo vazaram para a imprensa. O partido considerou as falas do deputado “gravíssimas e inaceitáveis”

“Gravíssimas e inaceitáveis são as declarações do deputado estadual Arthur do Val, que foram divulgadas na imprensa. Não se resumem ao completo desrespeito à mulher, seja ucraniana ou de qualquer outro País, mas de violações profundas relacionadas a questões humanitárias, em um momento em que esse povo enfrenta os horrores da guerra”, afirmou o partido, em nota.

“O Podemos repudia com veemência as declarações e, com base nelas, instaura de imediato um procedimento disciplinar interno para apuração dos fatos. Até este momento o partido não havia conseguido contato com o deputado, que estava em voo”, finalizou o Podemos.

Declarações

Arthur do Val, que é pré-candidato ao governo de São Paulo, foi à Ucrânia em meio ao conflito instaurado no país e chegou a postar uma foto nas redes sociais onde estaria ajudando a produzir coquetéis molotov para o combate contra os Russos. Ao deixar o país, na fronteira com a Eslováquia, o deputado enviou um áudio a amigos, elogiando a beleza das refugiadas. Em seguida, afirmou que pretende voltar ao Leste Europeu e disse que as mulheres são “fáceis” por serem pobres.
“Assim que essa guerra passar eu vou voltar pra cá. E detalhe, elas olham. E são fáceis, porque elas são pobres. E aqui minha carta do Instagram, cheio de inscritos, funciona demais. Não peguei ninguém, a gente não tinha tempo, mas colei em dois grupos de minas e é inacreditável a facilidade”.

Ele descreveu a fila dos refugiados da Ucrânia como superior, em termos de aparência, à “fila da melhor balada do Brasil na melhor época do ano”. Além disso, disse que a recepcionista do hotel onde ficou hospedado teria “dado em cima” dele. “Meu Deus, não é possível que isso está acontecendo”, afirmou em seguida, em tom de admiração.

Reações no Brasil

As declarações do deputado causaram indignação no Brasil assim que vieram a público. Pelo Twitter, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, classificou o deputado como “nojento, baixo, sujo” e pediu a cassação do seu mandato.

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) afirmou, em nota, que o episódio será tratado “com rigor e seriedade pelas esferas de investigação do Parlamento”. “A Alesp se solidariza com as mulheres, em especial as ucranianas, e reforça sua luta em defesa e proteção de todas, representadas por conquistas históricas, ações efetivas e leis em vigor”, finalizou, em nota.

A rejeição ao deputado foi tamanha que motivou uma nota de repúdio do senador Marcos do Val (Podemos-ES). Na nota, além de condenar as declarações, ele esclarece o seu não parentesco com Arthur. “Aproveito para reforçar a todos que, eu e o deputado, Arthur do Val, nem de longe, temos qualquer parentesco. Apenas a coincidência do mesmo sobrenome”.

“Momento de empolgação”

Ao desembarcar em São Paulo, na manhã de hoje (5), Arthur do Val, foi questionado pela imprensa sobre suas declarações. Ele afirmou ter cometido “um erro em um momento de empolgação”.

“Não é isso que eu penso. O que eu falei foi um erro em um momento de empolgação. A impressão que está passando aqui é que eu cheguei lá, tinha um monte de gente, e eu falei 'quem quer vir comigo que eu vou comprar alguma coisa'. Não é isso. Eu fui pra fazer uma coisa, mandei um áudio infeliz e a impressão que passou é que fui fazer outra coisa”.

Ele afirmou que a “missão” que motivou sua viagem foi em um contexto e o áudio que enviou a amigos, assim que saiu da Ucrânia, era em um contexto diferente. “Não foi a melhor das posturas, mas é um áudio privado”, acrescentou.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Homem fica ferido após acidente na rodovia

No final da tarde desta segunda-feira (30), por volta das 17h, o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender uma ocorrência de acidente, entre um carro e uma moto, na Rodovia Ivo Silveira, bairro Santa Terezinha, em Gaspar. No local os militares encontraram o condutor da moto, uma Honda/CG, caído na via, consciente e muito agitado. Ele tinha a suspeita de trauma de crânio, além de ferimentos no rosto. A guarnição realizou os primeiros atendimentos...
Continuar lendo...

Diogo Fogliato é o novo reforço do Carlos Renaux

Mais um atleta chega para reforçar o Renaux na temporada, o volante Diogo Fogliato, de 30 anos, com contrato até o final do ano, vai atuar no Catarinense Série B e na Copa SC, Fogliato  já está integrado ao elenco e realizando a pré-temporada. O jogador foi revelado na base do Athletico-PR e passou por diversos clubes do futebol nacional, Francisco Beltrão- PR, Rio Branco-PR, Central-PE, Racing do Líbano e por último esteve...
Continuar lendo...

Novos comandantes local e regional da PM visitam o prefeito Ari Vequi

O Prefeito Ari Vequi recebeu, na manhã desta sexta-feira (08), em seu gabinete, representantes dos comandos regional e local da Polícia Militar de Santa Catarina. O encontro teve por objetivo a apresentação oficial ao Prefeito dos novos comandantes da corporação na cidade e na região.  Desde o dia 31 de março, o novo comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar de Brusque é o Major Pedro Carlos Machado...
Continuar lendo...