“Acredito que a fase mais complicada já passou”, diz preparador físico do Brusque.

Preparador físico do Brusque, George Castilhos, participou do programa de esporte da Rádio Cidade, na noite desta quarta-feira (16) e explicou porquê o quadricolor encontrou dificuldades no começo do Campeonato Catarinense.

“O planejamento foi feito, sabíamos do preço que pagaríamos por dar 30 dias de folga, e pagamos, mas foi preciso. Se não parássemos, poderíamos ter lesões no meio do campeonato”.

Castilho justificou que os jogos mais complicados já passaram.

“Mas acredito que a fase mais complicada já passou, que foi logo no início, quando jogamos com quatro equipes que tinham começado os treinamentos em dezembro”.

Para as próximas partidas, Castilhos acredita que o Brusque chega aos 100%.

“Hoje a equipe vem evoluindo jogo a jogo, acredito que há muito para evoluir. Essa semana foi crucial por viemos de três, quatro jogos seguidos, temos uma semana inteira para trabalhar, eu acredito que no seu primeiro “mata a mata” o Brusque chega no seu ápice físico, chega no seu 100%”.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões