Oito empresas demonstram interesse em tratar esgoto sanitário em Brusque

Reuniram-se, na última quinta-feira (10), os representantes da comissão instituída pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque, responsável por analisar o edital do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) 01/2021, publicado no ano passado, para realização de estudo preliminar visando a implantação do tratamento de esgoto sanitário no município. 

O encontro ocorreu na sede da autarquia e foi liderado pelo engenheiro Juliano Montibeller, servidor de carreira do Samae. O profissional, que preside a comissão, explica que, na ocasião, foram analisadas as documentações das empresas interessadas em participarem do procedimento. Em um primeiro momento, todas estão aptas a apresentarem os seus estudos para a cidade, o que deverá ocorrer após a publicação de uma portaria, por parte da Procuradoria-Geral do Município de Brusque, habilitando-as.

“Durante o período de inscrições, o Samae, através do seu setor de Compras, recebeu oito propostas de participação neste PMI. Então, analisamos as empresas, são todas de nível nacional, algumas tem sociedade internacional. Todas elas possuem o interesse de apresentar um estudo sem custos para o município, mostrando qual seria a melhor saída para o tratamento do esgoto sanitário em Brusque”, comenta Juliano. 

Vale ressaltar que o Procedimento de Manifestação de Interesse funciona de maneira semelhante a um concurso. “Neste momento não está se fazendo nenhum tipo de concessão”, continua o engenheiro. “Simplesmente estamos dando autorização para oito empresas apresentarem estudos mostrando qual seria a melhor saída. Se uma das propostas forem escolhidas, esta poderá servir de base para uma futura concessão, após autorização de todos os órgãos fiscalizadores”, finaliza.

A publicação da portaria habilitando as oito empresas deve ocorrer ainda nesta semana.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões