INSS autoriza avaliação social por videoconferência

A avaliação social de pessoas com deficiência, realizada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), poderá ser feita de forma remota em todo o país, por meio de videoconferência, caso seja do interesse do beneficiário.

A medida, visando à modalidade remota para o procedimento de avaliação social exigido para a concessão do benefício assistencial de prestação continuada à pessoa com deficiência (BPC), está prevista na Portaria nº 978, publicada no Diário Oficial da União de hoje (8).

Segundo a portaria, o serviço será disponibilizado nos canais remotos Meu INSS e Central de Atendimento 135, “permitindo ao cidadão escolher a forma do atendimento, presencial ou remota”.

A publicação da portaria segue decisão manifestada em junho de 2021 pelo Tribunal de Contas da União (TCU), na qual autoriza pedido de medida cautelar que determinou, inicialmente em caráter piloto, a modalidade remota para procedimento de avaliação social exigido para a concessão do benefício assistencial de prestação continuada à pessoa com deficiência. A medida foi adotada em meio a suspeitas de irregularidades cometidas na interrupção de perícias médicas sob responsabilidade do INSS em meio às restrições impostas pela pandemia da covid-19.

A avaliação social remota será feita nas dependências do INSS ou de entidades parceiras, “cabendo ao cidadão comparecer ao endereço indicado, no dia e hora do seu agendamento para o atendimento”. Os agendamentos indevidos, que não possuam relação com o Benefício Assistencial da Pessoa com Deficiência e que não tenham número de protocolo válido, poderão ser cancelados previamente pelas unidades.

A portaria diz que cabe às superintendências regionais a escolha das unidades que farão o atendimento de Avaliação Social da Pessoa com Deficiência - Remota, “observada a capacidade de cada unidade para a realização do atendimento”. 

Caso haja necessidade de juntada de relatórios, pareceres ou outros documentos institucionais ou multiprofissionais para subsidiar a avaliação social, será necessário, ao beneficiário, apresentar um termo de consentimento, conforme apresentado em anexo da portaria.

Documentos e formulários necessários ao processo deverão ser digitalizados e enviados ao profissional do serviço social, via e-mail institucional.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Brusque registra 49 novos casos de Covid-19

O boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância em Saúde na tarde desta segunda-feira (07), demonstra que são 41.898 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia, em Brusque. Nas últimas 24 horas, foram notificadas 49 novas ocorrências da doença no município. Do total de infectados, 41.415 pacientes estão recuperados. Há 135 casos ativos e 05 em investigação. Atualmente, cinco...
Continuar lendo...

(Vídeo) Mulher é agredida a socos e chutes no meio da rua

Nas últimas horas, um vídeo com cenas fortes de um homem agredindo uma mulher vem ganhando destaque nas redes sociais. O fato ocorreu na tarde do último domingo (6), no meio de uma rua em Bombinhas. As imagens mostram a vítima caída na calçada, sendo chutada e levando vários socos do homem. O agressor só começa a parar de dar os golpes após um rapaz de bicicleta parar no local e o segurar.  Mesmo assim, ele ainda...
Continuar lendo...

Prefeitura de Brusque e CREA/SC lançam campanha para conscientização

Para que as pessoas que com direito a vagas de estacionamento com acessibilidade tenham o direito garantido e a sociedade tome consciência da importância de deixar às vagas e acessos para quem precisa, a Prefeitura de Brusque e o CREA/SC está lançando uma campanha de conscientização O prefeito em exercício, Gilmar Doener, destacou a iniciativa. “É muito importante, achei muito legal essa campanha que o CREA está...
Continuar lendo...