Relatório aponta condições das praias de Santa Catarina

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) divulgou nesta sexta-feira (14), o relatório de balneabilidade nº 6 da temporada de verão. A pesquisa referente às coletas realizadas de 10 a 14 de janeiro, aponta que dos 231 pontos analisados 141 estão próprios para banho no estado, o que representa 61,0%. Em Florianópolis, dos 87 pontos onde há coleta, 60 estão em condições de receber banhistas, ou seja, 69,0%.

O diretor de Engenharia e Qualidade Ambiental do IMA, Fábio Castagna da Silva explica que muitos fatores tornam a água não balneável: “As fortes chuvas que ocorrem no verão alteram, significativamente, a qualidade da água, pois levam a sujeira de ruas e galerias de água ao mar. As ligações de esgoto clandestinas e o aumento da quantidade de pessoas que visitam os balneários neste período, também são fatores que acabam sobrecarregando os sistemas de tratamento de efluentes, o que afeta diretamente nos resultados das pesquisas”, analisa Fábio.

As coletas são efetuadas em 27 municípios litorâneos, em mais de 100 praias e balneários do sul ao norte, compondo os seguintes municípios: Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Barra do Sul, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

Sobre o relatório

O IMA analisa as águas de cada balneário e determina se os locais estão contaminados ou não por esgotos domésticos. A existência de esgoto é verificada por meio da contagem da bactéria Escherichia Coli cujo habitat primário é o trato gastrintestinal de humanos e outros animais de sangue quente.

Para que um balneário seja considerado impróprio para banho é necessário que em mais de 20% das amostras coletadas nas cinco semanas anteriores a quantidade dessa bactéria seja superior a 800 por 100 mililitros ou se, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia Coli por 100 ml.

Para que um ponto volte a ser considerado balneável, a quantidade de Escherichia Coli deve estar abaixo de 800 por 100 ml em 80% ou mais das coletas nas cinco semanas seguintes.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

MPSC orienta sobre os cuidados para evitar desaparecimentos de crianças

O Dia Internacional das Crianças Desaparecidas foi instituído em razão do desaparecimento, em 25 de maio de 1979, do pequeno Etan Patz, aos 6 anos de idade, no Estado de Nova Iorque, a caminho do ponto de ônibus enquanto retornava da escola. Hoje o dia serve de alerta para relembrarmos de alguns cuidados que podemos tomar para evitar um desaparecimento ou auxiliar nas buscas. Segundo dados cadastrados no Sistema Nacional de Localização e...
Continuar lendo...

Proposta de salário-mínimo regional indica reajuste médio de 10,5%

As quatro faixas do salário mínimo regional terão um reajuste médio de 10,5% em Santa Catarina. O acordo firmado entre os sindicatos patronais e dos trabalhadores foi entregue ao governador Carlos Moisés na tarde desta quarta-feira, 26, em Florianópolis. Agora, o Governo do Estado encaminhará, em regime de urgência, um projeto de lei à Assembleia Legislativa com os novos valores, de R$ 1.416, R$ 1.468, R$ 1.551 e R$ 1.621. Para...
Continuar lendo...

Homem é condenado por envenenar e matar esposa e bebê

O homem acusado de matar a companheira, de 36 anos, e o bebê do casal, de um mês e meio de vida, foi condenado a 53 anos de reclusão, inicialmente em regime fechado, e dois meses de detenção, em regime aberto, nesta quinta-feira (26) pelo Tribunal do Júri da comarca de Itapema. O crime ocorreu na noite de 15 de setembro de 2020, no bairro Morretes, e os corpos foram localizados dias depois em Rio dos Cedros, no Alto Vale. Segundo denúncia do...
Continuar lendo...