Mapa de risco aponta duas regiões com nível alto em SC

A Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada neste sábado (8), aponta 15 regiões classificadas como risco potencial moderado e duas regiões no nível de risco alto. 

Em um comparativo com o relatório divulgado na semana anterior, houve piora na Região da Grande Florianópolis e na Região Carbonífera, que antes estavam em risco moderado e agora estão em alto risco. As Regiões Meio Oeste e Nordeste, porém, melhoraram nos indicadores.

Com relação ao monitoramento da cobertura vacinal e na variação semanal de casos, todas as regiões estão em risco moderado, condição essa melhor do que a da última matriz divulgada.

O principal objetivo da matriz de risco é ser uma ferramenta de tomada de decisão. A nota final do mapa de risco considera um intervalo de variação mais adaptado para cada nível.

O proximo mapa da matriz de risco sera divulgado no proximo sabado dia 15 de janeiro.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões