Saúde inclui crianças de 5 a 11 anos na vacinação contra covid-19

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (5), a inclusão de crianças de 5 a 11 anos no plano de operacionalização de vacinação contra a covid-19. As primeiras doses de vacinas contra a doença destinadas a crianças de 5 a 11 anos deverão chegar ao Brasil no dia 13 de janeiro. Está prevista uma remessa de 1,2 milhão de doses do imunizante da Pfizer - o único aprovado até o momento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Brasil receberá, no primeiro trimestre de 2022, 20 milhões de doses pediátricas destinadas a este público-alvo, que é de cerca de 20,5 milhões de crianças. O Ministério da Saúde receberá, ainda em janeiro, um lote de 3,74 milhões de doses de vacina.

“Não faltará vacina para nenhum pai que queria vacinar seus filhos”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O secretário executivo do órgão, Rodrigo Cruz, informou que outras 20 milhões de doses foram reservadas. O envio está condicionado à confirmação pelo laboratório e pelo andamento do ritmo de vacinação.

O esquema vacinal será com duas doses, com intervalo de oito semanas entre as aplicações. O tempo é superior ao previsto na bula da vacina da Pfizer. Na indicação da marca, as duas doses do imunizante poderiam ser aplicadas com três semanas de diferença.

Segundo o Ministério da Saúde, será preciso que a criança vá vacinar acompanhada dos pais ou responsáveis ou leve uma autorização por escrito.

O Ministério também recomendará uma ordem de prioridade, privilegiando pessoas com comorbidades e com deficiências permanentes; indígenas e quilombolas; crianças que vivem com pessoas com riscos de evoluir para quadros graves da covid-19; e em seguida crianças sem comorbidades.

A obrigação de prescrição médica para aplicação da vacina não foi incluída como uma exigência, conforme foi ventilado por membros do governo durante as discussões nas últimas semanas. Mas o Ministério sugeriu que os pais procurem profissionais de saúde.

Questionado por jornalistas se essa recomendação não desestimularia os pais a levarem os filhos para vacinar, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, respondeu afirmando que isso deixaria os pais mais “seguros” para decidir sobre a imunização.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Defesa Civil alerta para ocorrência de temporais na tarde e noite desta sexta-feira (18)

A Defesa Civil emitiu um alerta para a possibilidade de temporais isolados na tarde e noite desta sexta-feira (18). O calor e a umidade, combinados à instabilidade em diversos níveis da atmosfera, favorecem condições para temporais isolados em todas as regiões do estado. Desta forma, o risco para ocorrências associadas a temporais (rajadas de vento, descargas elétricas e granizo) e a chuva intensa (alagamentos e enxurradas) é alto em...
Continuar lendo...

Hang assina carta de Bolsonaro em favor da democracia

Durante uma live transmitida na manhã desta quinta-feira (11), o empresário Luciano Hang, dono da Havan, se manifestou a favor da democracia e da Constituição Brasileira. Ele ainda criticou o evento realizado em frente à Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), afirmando que a carta assinada por alguns artistas, “intelectuais”, sindicalistas, CUT, MST e poucos empresários é, na realidade, em favor do...
Continuar lendo...

Brusque tem 178 novos casos de dengue nesta quarta

A Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque, atualizou, nesta quarta-feira (04), os números da dengue e dos focos do mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, chikungunya e zika, entre outras doenças. O levantamento demonstra que, de janeiro até agora, o município soma 2.322 casos de dengue, e nas últimas 24h, foram 178 novos casos. Estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), duas pessoas, e duas na enfermaria. Desde o...
Continuar lendo...