Prova de vida do INSS volta a ser exigida em 2022

 

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) precisam ficar atentos em 2022. A prova de vida voltou a ser obrigatória, após três meses de suspensão. O procedimento é necessário para manter o pagamento do benefício. 

Entre março de 2020 e maio de 2021, a prova de vida foi suspensa por causa da pandemia de covid-19. O procedimento foi retomado em junho do ano passado, mas suspenso novamente em outubro, após o Congresso derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro a uma lei que retirava a obrigatoriedade da prova de vida em 2021.

Segundo o INSS, cerca de 3,3 milhões de segurados precisam fazer, entre janeiro e abril, a prova de vida referente a 2021. Os pagamentos das aposentadorias e das pensões começarão a ser suspensos em fevereiro.

Calendário

Para evitar aglomerações nas agências bancárias, o órgão estabeleceu um cronograma baseado no mês de nascimento. As datas foram divididas da seguinte forma.

Prova de vida vencida de novembro de 2020 a junho de 2021
Prazo final de recadastramento: janeiro

Prova de vida vencida em julho e agosto de 2021
Prazo final de recadastramento: fevereiro

Prova de vida vencida em setembro e outubro de 2021
Prazo final de recadastramento: março

Prova de vida vencida em novembro e dezembro de 2021
Prazo final de recadastramento: abril

Como fazer

A prova de vida do INSS deve ser feita no banco responsável pelo pagamento do benefício. O procedimento pode ser feito nos caixas eletrônicos com uso da biometria ou presencialmente, nas agências bancárias. Algumas instituições financeiras oferecem o serviço no internet banking ou no aplicativo.

Os segurados com biometria facial cadastrada no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) ou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) podem fazer a prova de vida de forma eletrônica, no aplicativo Meu INSS. Idosos a partir de 80 anos ou pessoas com dificuldade de locomoção podem pedir visita em domicílio. Nesse caso, é necessário agendar um horário pelo telefone 135 ou do app Meu INSS.

Etapas

A não realização do cadastramento não implica o cancelamento imediato do benefício. Antes disso há duas etapas: bloqueio e suspensão do pagamento. Quem tiver o benefício suspenso em fevereiro entrará na etapa de suspensão três meses mais tarde. Se ainda assim não atualizar os dados nessa segunda etapa, o benefício será cancelado.

Reativação

Segurados com os benefícios bloqueados e suspensos podem reativá-los diretamente no banco. No caso de cancelamento, o segurado terá que ligar para a central 135 e agendar o serviço de reativação de benefício. Esse procedimento também pode ser feito pelo aplicativo Meu INSS. Após acessar o Meu INSS com o número do CPF e a senha cadastrada, busque por Reativar Benefício, na lupa.

Os servidores públicos inativos (aposentados e pensionistas) e anistiados políticos seguiram um cronograma diferente de recadastramento. Para essas categorias, o prazo para fazer a prova de vida de 2021 acabou em 31 de dezembro.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Homem é condenado por tortura de filho, em Brusque

Um homem de 29 anos foi condenado a quatro anos e oito meses de reclusão por ter torturado o filho, com cinco anos na época do crime. A decisão, do dia 26 de novembro, é da Vara Criminal de Brusque. Ele já havia sido indiciado pela prática do crime de tortura em outubro de 2020. A apuração feita na época indicou que o homem passou a noite puxando a orelha da vítima, e desferiu golpes com um chinelo nas coxas e pernas da...
Continuar lendo...

Homem compra carro pela internet e perde R$ 14 mil

Um homem de 62 anos de idade ficou no prejuízo ao entregar R$ 14 mil a um golpista. O pagamento era para a compra de um carro, feita através da internet. De acordo com a Polícia Militar de Pomerode, onde o crime aconteceu, o idoso relatou que seu filho havia feito o negócio e ele foi intermediar. O suposto vendedor repassou o contato de um terceiro homem. Porém, assim que o pagamento foi feito, através de transferência bancária online, o...
Continuar lendo...

(Vídeo) Momento que motorista cai no rio Itajaí-Mirim é captado por câmeras

Imagens de câmeras de monitoramento capturaram o momento em que o carro dirigido por Wagner Ricardo Medeiros Silvério cai no rio Itajaí-Mirim. O acidente, que vitimou o motorista, ocorreu na avenida Beira Rio na noite desta terça-feira.  As buscas pelo veículo e corpo do motorista se prolongaram por esta quarta-feira e ele foi localizado cerca de 10 metros do local. A vítima tinha 38 anos e era natural de Ivaiporã, no...
Continuar lendo...