Local de acidente que vitimou casal deve receber proteções em janeiro

Mesmo antes do acidente que vitimou um casal, na rua Carlos Ristow, próximo da região conhecida como Boa Parada, bairro Primeiro de Maio, um estudo técnico foi feito para tentar dar mais segurança para a via. Ele foi feito há cerca de 45 dias, após uma série de outros acidentes na via.

Em julho, um carro se chocou contra um poste e um homem foi detido por embriaguez ao volante. Já em novembro, um outro carro saiu da pista e colidiu contra um barranco. Na época, vizinhos do ponto relataram, pelo menos, outras cinco ocorrências no local.

A constatação é reforçada por Orides Bodenmuller, morador das proximidades. Ele mesmo já protocolou pedidos para instalação de uma travessia elevada, como forma de tentar conter o excesso de velocidade.  "Ninguém nada faz, olha o mato que está aqui. Não faz um mês que uma moça capotou um carro no mesmo lugar que esse casal de hoje faleceu".

Bodenmuller queixa-se da falta de atuação do poder público quanto aos pedidos da população local. "Não dá para andar na rua. Eu levo meu filho para escola e não tem nem calçada. Ali em baixo tem uma calçada que só tem árvores, também foi pedido para retirar. Não tem como uma criança passar".

A tendência, segundo o diretor de Trânsito, Renato Bianchi, é que defesas metálicas sejam instaladas no local do acidente desta sexta-feira, possivelmente no mês de janeiro.

Ele esteve no local do acidente ao longo da manhã e acredita que, mesmo a medida, seria insuficiente para evitar o caso. “Pela nossa análise, mesmo com um proteção, eles teriam batido na defesa,  passado por cima e caído do barranco. Ela não tem uma altura tão grande, que fosse segurar a moto”.

Bianchi lamenta a estatística negativa e salienta uma necessidade de mudança comportamental no trânsito. De acordo com ele, a rua receberá ainda uma sinalização reforçada.  “Infelizmente, a imprudência das pessoas, está cada dia maior. Não respeitam, é pressa para tudo, ninguém tem paciência para nada, mas vamos ver o que podemos reforçar ali, fazer alguma coisa que chame a atenção para trazer mais segurança para a via”.

 

Entenda

O casal, vítima do acidente desta sexta-feira, percorria a rua Carlos Ristow no sentido bairro Paquetá-Primeiro de Maio. Em uma das curvas da via, já próximo à região conhecida como Boa Parada, o condutor acabou perdendo o controle e caindo de um barranco de cerca de oito metros. Ambos morreram no local.

O acidente ocorreu no fim da madrugada e, por volta das 6h, guarnições do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar já estavam no local. Somente mais tarde, com a chegada da Polícia Civil e Instituto Geral de Perícias (IGP) foi possível identificar o gênero do condutor e da carona, ambos estavam de capacete. Até o fechamento deste material, não havia sido divulgada a identificação das vítimas. 

 

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Diminui o número de pessoas internadas por dengue

Foram atualizados nesta sexta-feira (20), pela Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque, por meio do Programa de Combate a Endemias, os números da dengue e dos focos do mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, chikungunya e zika, entre outras doenças. O levantamento demonstra que, de janeiro até agora, o município soma 3.333 casos de dengue, e nas últimas 24h, foram 72 novos casos. Está internada na Unidade de Terapia Intensiva...
Continuar lendo...

Mãe e filho são condenados por abuso sexual de menina

Foi condenado a mais de 49 anos de prisão o pai que abusou sexualmente da filha menor de idade, por aproximadamente dez anos. Na época em que os atos começaram, a menina tinha seis anos. O acusado foi preso preventivamente há quatro meses e nesta quarta-feira (30), veio a condenação do crime que chocou a cidade de Tijucas. Segundo informações da época em que o caso foi descoberto, quem denunciou o homem...
Continuar lendo...

Mulher fica ferida após acidente entre carro e moto

Uma mulher de 38 anos de idade ficou ferida após acidente entre a moto que ela estava e um carro. Foi na noite de ontem, terça-feira (22), por volta de 21h20, na Rua São Pedro, bairro São Pedro, em Guabiruba. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Guabiruba, o condutor do automóvel Gol não estava presente no local. Já a condutora da motocicleta Honda Bros encontrava-se consciente, orientada, caída na via, referindo dores no abdômen...
Continuar lendo...