Colégio e Faculdade São Luiz realizam apresentações no Festival de Valores

Como forma de resgatar valores, unir as famílias e principalmente demonstrar o desenvolvimento e as habilidades dos alunos da Educação Infantil, o Colégio e Faculdade São Luiz promoveu nas noites dos dias 24 e 25 de novembro mais uma edição do Festival de Valores. Realizado no auditório da Paróquia São Luís Gonzaga, o evento já é tradicional no calendário escolar, entretanto em 2020 não teve sua edição, por conta da pandemia. Assim, em 2021 ele foi retomado e adaptado, e contou com um número limitado de pessoas por família, por conta das restrições ainda necessárias da Covid-19, respeitando o limite de 70% de ocupação de público no local. Além disso, os demais cuidados em relação à prevenção da doença, como uso de máscaras e álcool em gel, foram adotados na oportunidade.

 

Temática

O tema deste ano do Festival foi "brincadeiras infantis". Trazendo a importância das mesmas, para as conexões sociais e o desenvolvimento das crianças, o evento buscou resgatar a tradição das brincadeiras como forma de ampliar o universo lúdico e cultural dos pequenos, bem como promover a interação entre diferentes gerações. “Tivemos um ano educacional usando muito a tecnologia, com as aulas on-line, então pensamos em resgatar as brincadeiras infantis, o convívio com os avós e com os pais. Assim, foram apresentadas muitas atividades que os próprios pais dos alunos realizavam quando eram crianças. E esse é o resgate que buscamos fazer, trabalhando com toda a ludicidade, memória, raciocínio, tudo o que envolve o desenvolvimento global da criança”, detalhou a coordenadora pedagógica, Silvana Kunel Pereira.

Assim, durante as apresentações o público, formado em sua maioria pelos pais dos alunos, pode relembrar as diversas brincadeiras de sua infância, como amarelinha, ioiô, pula-corda, estátua, boneca de lata, entre outros. Além disso, uma peça teatral com a participação de algumas professoras também contribuiu para enaltecer ainda mais a importância das brincadeiras antigas e a convivência familiar, entre avós e netos.

“A noite de hoje foi um momento para se fazer memória: das coisas, das pessoas, da vida. Fazer memória é olhar para o passado e torná-lo presente naquilo que foi valor. E valorizar as brincadeiras do período em que fomos crianças é um pouco disso: daquilo que não esquecemos, que deve ser revivido, rememorado. Com essas brincadeiras aprendemos muitos valores, como: a partilha, o abraço, a paz, gerir os conflitos, que são valores que precisamos ter em nossas vidas também enquanto adultos. Foi uma noite muito especial, de retomada e de encontros, para reavivar os valores da nossa infância. Parabéns a todos os alunos e equipe pedagógica por esse grande evento”, avaliou o diretor do Colégio e Faculdade São Luiz, padre Silvano João da Costa.

Nível D

Outro momento especial foi a despedida dos alunos do Nível D, que a partir de agora ingressam no Ensino Fundamental. Um vídeo, com o depoimento dos alunos sobre as expectativas para a nova fase, e uma apresentação especial das turmas marcou a despedida dos mesmos da Educação Infantil. “Todas as apresentações foram muito especiais nesta noite, mas a despedida do Nível D acabou sendo um pouco mais emocionante, pois é um ciclo que eles estão fechando, seguindo para o Ensino Fundamental. E é muito interessante vermos essa passagem, as expectativas de cada um e como eles estão preparados”, completa a assistente pedagógica Sandra Cristini da Silva Ristow, que a partir de 2022 será a coordenadora da Educação Infantil.

Prestígio

Entre os pais estava Marcos Salvador, que prestigiou a apresentação do filho, Davi Salvador, de 7 anos. O aluno está no 1º ano do Ensino Fundamental, e sua turma participou desta edição do Festival já que o evento não foi realizado em 2020.  “Foi uma experiência diferente, ao mesmo tempo que foi muito bacana o colégio homenagear esta turma, que não teve a sua ‘despedida’ da Educação Infantil no ano passado. Além do que foi a nossa primeira experiência no Festival, pois é o primeiro ano que o Davi estudou aqui. Parabéns ao colégio pela iniciativa, em reunir todo mundo neste evento especial”, avaliou.

Da mesma forma, Gilson Rodrigues dos Santos também acompanhou entusiasmado a apresentação da filha Laura Vechi dos Santos, de 4 anos, que está no Nível C. “Foi gratificante podermos retomar, aos poucos os eventos, com todos os cuidados necessários, mas vendo os alunos, professores e demais famílias reunidos para o bem comum. Além do que, a temática deste ano do Festival foi muito emocionante: fez o resgate da nossa memória e infância e, poder proporcionar isso aos nossos filhos. E saber que a escola também tem esse objetivo, nos gratifica muito”, considerou.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Homem com mandado de prisão aberto é detido no bairro Santa Terezinha

Um homem de 35 anos foi detido pela Polícia Militar na noite desta quarta-feira (15), após denúncias de que ele possuía um mandado de prisão aberto. O suspeito foi localizado em um comércio da rodovia Antônio Heil, no bairro Santa Terezinnha.  A PM constatou que o mandado por não pagamento de pensão alimentícia estava em aberto e deteve o homem. Ele foi encaminhado para a Unidade de Prisão Avançada (UPA)...
Continuar lendo...

Sobe para 127 o número de casos ativos de Covid-19, em Guabiruba

A Prefeitura de Guabiruba informou o Boletim Epidemiológico desta segunda-feira (24). Foi confirmado 80 novos caso de COVID-19, 44 homens e 36 mulheres. Ao total, Guabiruba registra 4.966 de Covid-19, destes, 4.790 estão recuperados e 127 estão ainda ativos. O Centro de Triagem detectou 32 pessoas suspeitas que estão esperando o resultado do teste. Guabiruba possui 1 cidadãos internado na enfermaria da Azambuja. Até agora, Guabiruba possui 49...
Continuar lendo...

Com 523 novos casos de Covid-19, Brusque está com 1976 casos ativos

Em 24 horas, segundo o Boletim Epidemiológico de Brusque, desta quinta-feira (20), 523 novos casos de Covid-19 foram identificados na cidade. No total, 1976 casos dos 32882 registrados desde o início da pandemia são considerados ativos. Além deles, 32 estão em investigação. Atualmente, Brusque possui uma pessoa na Unidade de Terapia Intensiva e oito na enfermaria. O total de óbitos até o momento é de 331 pessoas.  
Continuar lendo...