Prefeitura emite nota sobre caso de dejetos de ratos em UBSs

Após a denúncia de que fezes e urina de ratos são encontrados de forma recorrente em Unidades Básicas de Saúde (UBS) como do bairro Limeira Baixa, a Prefeitura emitiu uma nota sobre o tema. Nela, a alegação da diretora geral de Saúde, Camila Pereira, é de que as unidades passam por cuidados e reparos e, no caso do Limeira Baixa, dedetização e desratização foram feitos ainda este ano.

Os procedimentos, segundo a nota, foram feitos ainda no mês de outubro. Além deles, o local recebeu armadilhas. A estimativa é que os serviços levem entre 10 e 15 dias para ter resultados. Após o caso repercutir na Câmara, a Vigilância Sanitária esteve no local para uma análise.

“Iremos abrir uma sindicância interna para verificar a veracidade dos fatos apresentados. É papel do vereador a fiscalização, mas estamos tranquilos, pois temos a certeza que sempre buscamos fazer pelo melhor. Vamos fazer o que é certo, recebemos a denúncia e vamos apurar”, disse o secretário de Saúde, Osvaldo Quirino de Souza.. 


 

Confira a íntegra da nota:

Nota de Esclarecimento 

A Secretaria de Saúde, por meio da direção de Atenção Básica, esclarece que as Unidades Básicas de Saúde (UBS), e os demais locais em que são oferecidos os serviços de saúde passam regularmente por cuidados e reparos. A dedetização é uma das ações que são feitas dentro do cronograma e são constantes. Assim que uma UBS é finalizada, na sequência, as demais recebem o serviço. Isso ocorre durante o ano todo. 

Em relação ao fato citado na sessão da Câmara de Vereadores, na terça-feira (26). A diretora geral de Saúde, Camila Pereira, explica que a unidade do bairro Limeira Baixa passou por dedetização e desratização neste ano. A primeira ocorreu em março, a segunda neste mês de outubro, no dia 22, e no dia 25, teve um complemento do serviço. Além do uso de produtos adequados, armadilhas também foram colocadas no local. Cabe ressaltar que a empresa responsável prevê um prazo de 10 a 15 dias para que a dedetização tenha efeito. 

“São 48 serviços que oferecemos, e temos diversas estruturas para isso. O cuidado é constante. Seja através de reparos, como também de dedetizações. Quando fomos informados em relação à UBS do bairro Limeira Baixa, pedimos urgência à empresa para realizar o serviço e na última semana reforçamos as ações”, explicou Camila. 

A diretora também salientou que a Vigilância em Saúde também esteve no local e apresentou um relatório das ações a serem feitas por parte dos servidores. 

O secretário de Saúde, Osvaldo Quirino de Souza, disse estar tranquilo em relação ao que foi trazido na sessão e que colocará toda a sua equipe a disposição para esclarecimentos . “Iremos abrir uma sindicância interna para verificar a veracidade dos fatos apresentados. É papel do vereador a fiscalização, mas estamos tranquilos, pois temos a certeza que sempre buscamos fazer pelo melhor. Vamos fazer o que é certo, recebemos a denúncia e vamos apurar”, disse ele. 

Camila reafirmou o compromisso da Secretaria com os servidores e com a comunidade. "Estamos atuando na busca constante de manutenção. Temos um cronograma de ações, seja para reforma, como também para essas questões. A Administração Municipal tem priorizado a saúde, para cuidar da melhor forma da população. E estamos à disposição dos vereadores e da população para esclarecimentos”, concluiu a diretora.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões