Após ataques racistas em vídeo policial militar vira réu

Hélio Martins, de 57 anos, virou réu em ação penal, após aparecer em vídeo se assumindo racista e agredindo verbalmente uma mulher que se relacionava e o filho dela. O homem também está proibido de sair da cidade São Ludgero, em Santa Catarina, sem autorização da Justiça.

Ele foi acusado de cometer racismo, injúria racial, ameaças, agressões e violência doméstica. A denúncia do Ministério Público foi aceita pela Justiça, na última quarta-feira (6).

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões