Prefeitura derruba árvores próximo da rodoviária, na beira rio

Mais uma vez as árvores que ficam na beira rio viraram polêmica na cidade. Isso porque as pessoas que passam pela Avenida Bepe Roza (beira rio) já devem ter reparado uma mudança na paisagem na frente da rodoviária. Algumas das últimas árvores que existiam naquela região foram cortadas e retiradas pela equipe de paisagismo da Prefeitura. Agora, só restam algumas em frente a arena Multiúso 

Segundo comunicado divulgado pela Prefeitura, o processo de retirada já estava programado dentro de um novo projeto de repaginação dos canteiros. O objetivo seria de melhorar o aspecto visual da região e oferecer maior segurança a quem transita pelo local. 

Ainda de acordo com o comunicado, as árvores estão doentes e morrendo, apresentando problemas nos troncos e já se percebia que estavam ocas. O problema teria sido encontrado durante as manutenções que eram realizadas na região. Por isso poderiam ceder e cair sobre a via.

O diretor de Paisagismo da Secretaria de Obras, Norberto Maestri, o Kito, explica que no local das antigas árvores agora será feita uma manutenção nas calçadas, devido às mesmas terem sido quebradas por causas das raízes das mais antigas. Logo, segundo ele, será executado o novo projeto de paisagismo, a partir do qual será feito um jardim com flores e novo plantio de árvores. Dessa vez, haverá espécies de Ipê Rosa, que são mais adequadas para o espaço na visão dele.

Confira o texto:

"A área do entorno da rodoviária de Brusque vai ganhar nova vida. A Secretaria de Obras, por meio da Diretoria de Paisagismo, iniciou na última semana o repaginamento dos canteiros em volta do terminal. A medida objetiva melhorar o aspecto visual da região e oferecer maior segurança a quem transita pelo local. 

Os trabalhos de revitalização incluem o corte das árvores da espécie ficus existentes nos canteiros para posterior plantio de novas árvores. De acordo com o Diretor de Paisagismo, Kito Maestri, o corte está devidamente autorizado pela Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) e se faz necessário por alguns motivos. 

O primeiro deles é que as árvores estão doentes e morrendo. “Elas apresentam problemas nos troncos, estão ocas por não terem recebido podas regulares para a sua devida manutenção ao longo dos anos”, explica Kito. 

Além disso, ele argumenta que as árvores estão com a maior parte dos ramos pendendo para a pista de rolamento da Rodovia Bepe Rosa, a Beira-Rio, o que gera perigo da ocorrência de tombamento sobre pessoas ou veículos que transitam pelo local. 

E além disso, conforme Kito Maestri, com o crescimento, as raízes das árvores estão arrebentando as calçadas, passeios, e invadindo encanamentos, bocas-de-lobo e esgotos da rodoviária, provocando o entupimento destas estruturas. 

Iniciado há uma semana, todo o trabalho de corte e retirada das árvores deve ser concluído até o final do mês de outubro, prevê o Diretor de Paisagismo. “Então, será feito o conserto das calçadas, passeios e desentupimento das estruturas afetadas pelas raízes. E assim que esta etapa estiver concluída, vamos efetuar o novo paisagismo do entorno da rodoviária, dos jardins, e faremos também o plantio de novas árvores, do tipo Ipê Rosa, que são mais adequadas para o espaço”, completa Kito."

 

 

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões