Lacen confirma dois casos da variante Delta em casos inativos de Brusque

Dois diagnósticos da variante da Covid-19 Delta foram identificados na cidade de Brusque pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN). Ambos são de casos que estavam com análises represadas e são considerados inativos no momento. Os resultados foram divulgados nesta terça-feira (5), quando a Prefeitura foi notificada pela Diretoria de Vigilância Sanitária de Santa Catarina.

O primeiro caso foi de um morador da cidade de Rio do Campo (SC), que teve internação no Hospital de Azambuja e foi constatado que estava com a COVID-19 no dia 27 de agosto. Um segundo exame PCR, coletado em 14 de setembro, quando ele já havia recebido alta. Este foi encaminhado para análise do Lacen.  

Além deste caso, também houve a confirmação para um morador do bairro São Luiz, notificado com o coronavírus em 11 de setembro e que também teve o exame encaminhado ao laboratório. De acordo com o comunicado oficial, assim que os resultados chegaram ao conhecimento da Secretaria de Saúde de Brusque, foi realizada uma busca ativa, que confirmou que nenhum dos pacientes estava internado. Ambos passam bem e estão fora de isolamento. 

“A Vigilância em Saúde tranquiliza a população quanto a estas duas ocorrências, que são consideradas isoladas e, ao mesmo tempo, esclarecer a população que todos os protocolos sobre as notificações estão sendo seguidos rigorosamente pelas autoridades municipais”, esclarece o comunicado

 
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões