Homem é condenado a 28 anos de prisão por matar genro e tentar matar neto

Um homem que já está preso preventivamente por matar o genro e atirar contra o próprio neto, foi condenado a 28 anos de prisão, na última quinta-feira (30), em Lages. Os crimes aconteceram em julho de 2020 e foram motivados por uma briga por conta de corte de galhos de uma árvore, no terreno da família.

O réu foi condenado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado por motivo torpe. A pena pela tentativa de homicídio foi aumentada por ter sido cometida contra o neto.  

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões