Corpo no rio: homem estaria morto há mais de uma semana

O homem encontrado no Rio Itajaí Mirim, em Brusque, na manhã da última quarta-feira (29), estava morto há, pelo menos, uns sete dias. A afirmação foi feita à Rádio Cidade pelo delegado Fernando Farias, que está responsável pela investigação na Polícia Civil. A colocação foi feita com base na condição que se encontrava o corpo, em estado de decomposição.

A Polícia Civil e o Instituto Médico Legal (IML) tentam identificar ainda quem era a vítima e as causas da morte. Para isso, além do resultado da perícia, sem previsão de ser finalizado, está sendo utilizado o banco de dados de desaparecidos para auxiliar na identificação.

O cruzamento de informações com as do banco de dados de desaparecidos também se deve pela possibilidade de a morte ter ocorrido a mais de uma semana.

 
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

UNIFEBE lança curso de Graduação em Fisioterapia

Em 2022, a UNIFEBE contará com um novo curso de Graduação. Pensado para atender às demandas da área da saúde, o curso de Fisioterapia da UNIFEBE contará com uma infraestrutura de última geração e professores com experiência no mercado de trabalho.  As inscrições para as primeiras 40 vagas do curso já estão abertas, e os acadêmicos aprovados no seletivo pelo histórico...
Continuar lendo...

Pela segunda semana consecutiva, Santa Catarina não apresenta piora na Matriz de Risco

Pela segunda semana consecutiva, Santa Catarina não apresenta nenhuma região no risco gravíssimo ou grave para a Covid-19. A Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada no dia 16 de outubro aponta 14 regiões como risco potencial alto e três como risco potencial moderado. A Região do Alto Vale do Itajaí, que na semana anterior estava classificada como risco alto, passou a ser classificada como moderado, se juntando as Regiões do...
Continuar lendo...

(VÍDEO) Força da água obriga interdição de parte da ponte

O volume de chuva foi tanto na cidade de Guabiruba nesta terça-feira que parte de uma ponte precisou ser interditada por conta de riscos de queda. A estrutura faz a ligação dos bairros Guabiruba Sul e Lageado baixo.  Bombeiros foram acionados e chegando ao local verificaram que havia risco de que parte da ponte se desse, devido a força da água que passava embaixo da mesma. O local foi isolado por precaução.  Moradores enviaram...
Continuar lendo...