Uso do dedo polegar no celular está criando uma nova doença

Um novo tipo de doença tem surgido e tomado conta dos consultórios de ortopedia e traumatologia. Ela chama-se Síndrome de BlackBerry e está associada ao uso contínuo do dedo polegar em ações repetitivas, como manusear o celular. O assunto foi um dos debatidos em entrevista do médico Henrique Soares de Figueiredo ao programa Rádio Revista Cidade, da Rádio Cidade, nesta quarta-feira (15).

(ACOMPANHE A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE)

Henrique é especialista em ortopedia, traumatologia, cirurgia da mão e microcirurgia, além de integrar a equipe da Clínica Ortocentro Ortopedia e Traumatologia. Por ela passam, inclusive, inúmeros pacientes com este tipo de problema. O médico faz o alerta:

“Acabamos usando o nosso polegar para digitar e o polegar, lá na nossa anatomia, na nossa criação, ele foi feito para se realizar pressão com força, segurar martelo, aprender a fazer movimento de oponência na força, e não para digitar e fazer movimento repetitivo”, destaca ele.

Como profissional da área, ele teme os efeitos futuros dessa nova maneira de vida em termos de uso das mãos. A preocupação se dá ao acesso cada vez mais cedo de crianças ao aparelho celular. Os reflexos tendem a surgir quando estiverem mais velhas.

“Sou de uma época que isso chegava na adolescência ou, ainda, na fase adulta”, pontuou o médico.

Síndrome do Túnel do Carpo

O tema entrou na relação de outros que tratam dos cuidados com a saúde, principalmente em relação à ortopedia. Como a Síndrome do Túnel do Carpo, um tipo de inflamação que se dá nos tendões e gera muita dor. Tratamento e até cirurgia são os caminhos, afirmou Henrique.

“A doença, em si, é uma inflamação os tendões. Não tem tendão rompido, nada que seja cem por cento cirúrgico. Existem, sim, alguns casos, que acabam evoluindo para cirurgia”, frisou ele.

Carpo é o termo médico para punho. Nessa parte do corpo (a mão), há uma arquitetura com oito a doze ossos. Os do carpo são oito e fazem o formato da letra U. Em cima dele há um ligamento que fecha o túnel. Nele passam nove tendões de um nervo. A inflamação deles aumenta o tamanho desse túnel pela compressão desses nervos. “É a compressão nervosa mais comum que existe”, disse ele na entrevista.

O médico alerta que o paciente deve procurar atendimento especializado tão logo sinta os primeiros sintomas, a fim de que o problema seja sanado em a necessidade de algum procedimento cirúrgico.

Mais informações podem ser obtidas com a equipe da Ortocentro, que fica anexo ao Hospital de Azambuja, e o telefone é o (47) 33550422.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Motorista bate, fere motociclista e foge do local

O motorista de um veículo Ford Focus, cor prata, placas de Brusque, atingiu o motociclista e fugiu do local. O fato foi registrado na madrugada deste sábado (17), por volta das 4h40, na Rua David Hort, bairro Cedro Alto. Na motocicleta, uma Biz com placa de Brusque, estava um rapaz de 25 anos de idade. Ele foi atendido no local por pessoas que estavam nas proximidades até a chegada do Corpo de Bombeiros. A vítima teve ferimentos leves, mas reclamava de muita...
Continuar lendo...

18 casos de Covid-19 foram confirmados em Brusque em 24 horas

Neste sábado (18), 18 novos casos de Covid-19 foram confirmados em Brusque. Com isso, a cidade já soma 29.047 pessoas que já tiveram o vírus na cidade. De acordo com dados do boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância em Saúde do total de casos, 28.599 são considerados recuperados. Ainda há 131 casos ativos e seis em investigação. Duas pessoas seguem internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)...
Continuar lendo...

Foi tirar satisfações e apanhou de cassetete

Um homem ao tirar satisfações pessoalmente sobre pertences seus que lhe haviam sido furtados, um celular e uma moto, acabou sendo agredido com um cassetete pelo suspeito de praticar ambos os furtos. A vítima após a agressão sofrida solicitou apoio da guarnição da Polícia Militar de Brusque, que se deslocou até o local. Aos agentes a vítima disse que sabia onde sua motocicleta estava em uma oficina próxima de sua...
Continuar lendo...