(VÍDEO) “A rua está um silêncio. Está tudo um silêncio"

Vídeos

Mãe de Milena desabafa: "Ele sabe que matou minha filha"

A vida da costureira Alvaci Abreu e de sua família nunca mais será a mesma. Assim como o dia 17 de julho jamais será esquecido. Naquela data, a filha dela, a pequena Milena Ketlin Ristow, de apenas nove anos de idade, teve sua vida tragicamente interrompida ao ser atropelada por um veículo na Rua Davi Hort, no bairro Cedro Alto, em Brusque. O motorista foi preso.

No local da tragédia, ainda é possível se verificar a marca do pneu do veículo, um Fiat Uno, cravada na terra mais de uma semana após o ocorrido. A menina foi atingida quando caminhava ao lado da mãe, do irmão e da cunhada. Ketlin morreu na hora ao ser arremessada a mais de 20 metros de distância.

“A rua está um silêncio. Está tudo um silêncio. É ruim ficar lá em casa, com as coisas dela, perto dela, sem ter ela. Não está fácil”, disse Alvaci entre lágrimas.

Ela recebeu a equipe da Rádio Cidade para mostrar como tudo aconteceu. Segundo Alvaci, a família tinha ido até um mercado que fica nas proximidades. Eles voltavam para casa pelo acostamento, quando o veículo, que seguia em sentido contrário, apareceu em alta velocidade.

“Ele pegou nós de frente. Quando eu vi a luz do carro vindo, dei um passo mais para dentro. Encostei no bracinho dela para puxar para o lado não vi mais nada (...) Ele não parou em momento algum”, relata ela.

Alvaci conta que, segundos depois, olhou para o lado e viu o filho tentando reanimar a pequena Milena. Reconheceu que era ela caída pelos cabelos loiros.

A saudade, a dor da perda. São sentimentos que latejam a cada instante nestes dias. Milena era brincalhona, a alegria da casa e da rua em que a família residia. Está sendo difícil conviver com a ausência dela.

Enquanto os dias passam, Alvaci vai convivendo com a dor, a saudade, clamando por justiça.

“Ele sabe que matou minha filha. Não tenho raiva dele. Não sei se é porque ainda não caiu a ficha, de que ela não está mais comigo. Queria estar na frente dele, mostrar a foto da minha filha para ele lembrar o resto da vida, e sofrer o tanto quanto está me fazendo sofrer”, desabafa ela.

O trecho da via onde a menina perdeu a vida está marcado. Flores e uma cruz foram colocados ali para marcar onde a vida dela foi tirada de maneira tão brutal. Até a publicação desta reportagem, o motorista do carro permanecia preso.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Quatro são presos após crime e perseguição no Centro de Brusque

No domingo (22), por volta das 23h, no bairro Centro, a Polícia Militar de Brusque foi acionada para averiguar um possível furto em um estabelecimento comercial. Um veículo Ford/Focus estaria dando apoio aos autores. De posse das informações, as guarnições deslocaram para as proximidades e abordaram o veículo, o qual estava estacionando. Dentro do automóvel foram localizados os instrumentos usados para o arrombamento da porta e a...
Continuar lendo...

Caged: Brusque fecha junho com saldo positivo de empregos

Brusque apresentou saldo positivo de 489 empregos no mês de junho deste ano de 2021, conforme dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) ontem, quinta-feira (29). Foram contratados 2.535 e demitidos 2046. No mês de maio passado Brusque teve 2.637 admitidos e foram demitidos 2.144 também fechando com saldo positivo de 493 vagas, 4 empregos a mais em comparação ao mês de junho. O pior momento para o emprego formal em...
Continuar lendo...

Secretaria de Saúde reúne médicos da Rede Municipal de Saúde para homenagem

A Secretaria de Saúde realizou na tarde desta segunda-feira (18), uma confraternização em homenagem ao Dia do Médico, comemorado hoje. A atividade aconteceu nas dependências da Unifebe, reunindo os profissionais da Rede Municipal de Saúde. A tarde contou com uma palestra do secretário de Comunicação, Rodrigo Cesari, falando sobre o amor à profissão. Após, um vídeo, em homenagem aos profissionais foi...
Continuar lendo...