Brusque chega a segunda vitória consecutiva e chega aos 19 pontos

O Brusque viajou até Goiânia para enfrentar o Vila Nova pela Série B do Campeonato Brasileiro. A partida equilibrada da tarde desta quarta-feira (21) terminou com uma vitória do Quadricolor, que chegou aos 19 pontos. 

Os donos da casa começaram a partida pressionando o Bruscão e Zé Carlos mostrou boa resposta na tentativa de conclusão de Clayton, pelo Vila Nova, logo no primeiro minuto de bola rolando. Apesar das tentativas e manter uma posse de bola maior no início de jogo, os ataques criados pelo time goiano acabavam sendo afastadas pela defesa brusquense.

O Brusque também esbarrou na linha defensiva ou na conclusão da jogada, como na jogada de Airton, aos 17, que tabelou bem com Garcez, mas acabou parando na marcação. A partir dos 20 minutos de bola rolando, o Quadricolor passou a segurar a bola para construção de jogadas.

Em uma das melhores chantes da primeira etapa, Garcez recebeu ótimo cruzamento de Airton e bateu para o gol, mas a bola acabou subindo demais. A resposta veio com Alesson, de fora da área, logo no minuto seguinte. Desta vez, a bola ficou com o goleiro Zé Carlos.  

Os donos da casa ainda teriam uma boa chance com o zagueiro Donato, que cabeceou com perigo, aos 42 minutos. Zé Carlos fez bela defesa e salvou o Brusque. Pelo lado do Brusque, Thiago Alagoano parou em Georgemy, aos 45, e Edu, acabou errando o alvo do cabeceio, logo no minuto seguinte.

 

Segunda vitória

Assim como no primeiro tempo, a segunda etapa começou com perigo para o Brusque. Aos 8,  o lateral Willian Formiga aproveitou cruzamento na área e pegou de primeira. Zé Carlos fez a defesa. O goleirão também salvaria o Quadricolor, com 11, espalmando cobrança perigosa de Arthur Rezende.

Se os goianos levaram perigo, foi o Brusque quem balançou as redes. Com 15 minutos, o zagueiro Éverton Alemão aproveitou cobrança de escanteio para cabecear para o fundo do gol. Brusque com a vantagem no placar.

Os visitantes quase ampliaram dez minutos depois, com Alagoano, que acabou batendo por cima do gol. Como zagueiro, Éverton Alemão, também mostrou eficiência. Já aos 40, o autor do gol afastou o perigo depois de cruzamento de Willian Formiga. Fim de papo, Brusque garante a segunda vitória seguida na competição.

 

Vila Nova

Georgemy; Pedro Bambu (Danilo Belão), Renato Silveira, Rafael Donato, William Formiga; Éder Monteiro (Breno), Arthur Rezende; Renan Mota, João Pedro (Cássio Gabriel), Alesson (Kevin); Clayton (Henan).
 

Brusque

Zé Carlos; João Carlos (Toty) , Claudinho, Everton Alemão, Airton (Alex Ruan); Zé Mateus, Rodolfo Potiguar (Fellipe Soutto); Bruno Alves (Diego Mathias), Thiago Alagoano (Fio), Maurício Garcez; Edu.

 

Arbitragem

Vinícius Furlan, Miguel Caetano Ribeiro e Gustavo Rodrigues de Oliveira
 

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Colisão entre carro e bicicleta deixa homem ferido, no bairro Guarani

Uma colisão entre um carro Hyndai HB20 e uma bicicleta, deixou um ciclista de 57 anos ferido. O acidente foi atendido por volta das 13h40, na rua Gerenal Osório, no bairro Guarani, em Brusque. O homem apresentava sinais vitais no momento do atendimento e sofreu um corte no supercílio direito. O ferimento foi limpo e recebeu curativo. O homem foi encaminhado para o Hospital Azambuja para análise médica. A mulher condutora do carro não teve...
Continuar lendo...

Teste irá avaliar possível volta de público aos estádios

Nesta quinta-feira (29) ocorrerá um evento-teste em Santa Catarina que servirá como avaliação para volta de público em eventos e entre eles a volta da torcida nos estádios. O evento escolhido como teste é o Show da Camerata em Florianópolis regido pelo maestro Jeferson Della Rocca.  A volta do público aos estádios seguirá protocolo devido a pandemia, o pedido do regulamento já foi feito pelo governador,...
Continuar lendo...

País regrediu 20 anos na educação com pandemia, diz secretário

O Secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente defendeu a volta das crianças ao ensino presencial, sobretudo nas escolas públicas. Segundo Maurício Cunha, mais de 3 milhões de crianças brasileiras não tem acesso ao ensino remoto. “Com a pandemia, regredimos 20 anos na educação brasileira”, disse ele. Além disso, fora da escola, essas crianças estão convivendo com problemas...
Continuar lendo...