Mesmo na pandemia, atletas não ficaram sem receber em Brusque

Para quem é atleta, a pandemia não está sendo fácil. As maiorias das competições foi suspensa ou sequer realizada. O que seria fonte de renda com premiações ou patrocínios acabou dificultando a vida financeira desses esportistas.

Mas o Bolsa Atleta ou Bolsa Técnico, um auxilio federal criado em 2005, foi uma fonte de renda que acabou ajudando as modalidades.

A reportagem da Rádio Cidade esteve conversando com o superintendente da Fundação de Esportes de Brusque, Edson Garcia, para saber como estão ocorrendo esses pagamentos na cidade. Isso porque quem faz os pagamentos é a Prefeitura, via fundação.

Edson explicou que mesmo com a pandemia foram realizados todos os pagamentos aos beneficiários, seja ele atleta ou técnico, dos esportes de rendimento. Diferente de algumas cidades pelo Brasil, que acabaram cancelando o programa.

“Viemos cumprindo alguns critérios. Entendemos que, dessa maneira, seria a legal e a correta. Os técnicos de rendimentos e equipes já estão recebendo e os técnicos da iniciação e projetos ainda estão aguardando. Até por conta dessa pandemia”, comentou Edson.

Ele lembra que todos esses que estão recebendo já estão treinando, seguindo todos os protocolos, visando as competições confirmadas pela Fesporte, onde irão representar a cidade.

Com relação a quantas pessoas recebem o auxílio hoje, o superintendente explicou que são 67 técnicos e 125 atletas inscritos que têm o direito.

Uma novidade para o próximo ano será sobre a criação de uma plataforma online, na qual as pessoas que desejam receber o auxílio farão toda parte de inscrição de forma virtual. Hoje, esse processo é feito de forma manual, onde eles têm de ir até a Fundação e levar a documentação. Isso acaba atrasando todo o processo. Com o novo sistema, a pessoa vai entrar e enviar todos os documentos necessário e depois será feito a análise pra aprovação ou reprovação.

“É uma ideia que a gente já vem conversando internamente aqui na fundação e já estamos falando com a parte técnica, que cuida de nosso sistema para implementar e modernizar. Não só pra esse auxilio, mas para todo o processo dentro da fundação”, frisou Edson.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Dados para revisão do Plano Diretor vão ser coletados durante o Sábado na Praça

Os moradores de Brusque vão ter, neste sábado (09), mais uma oportunidade para colaborar e ajudar a construir a cidade que desejam ter. Das 09 às 13 horas, a Praça Barão de Schnéeburg, no Centro, vai sediar o Sábado na Praça, ação do Centro Universitário de Brusque (Unifebe) em parceria com a Prefeitura, onde a comunidade é convidada a conversar sobre o futuro do município.  No local, vai ocorrer...
Continuar lendo...

Etapa do ITF de Beach Tennis tem brusquense André Baran entre os campeões

André Baran, beachtenista de Brusque,  venceu a etapa do  ITF de Beach Tennis de Porto Alegre, neste último fim de semana, em disputa válida pelo ranking mundial da modalidade. Ela contou contou com os principais atletas de ponta do país. Baran disputou ao lado do espanhol Antomi Ramos, quarto do mundo. Eles venceram Thales Santos,17ª do mundo, e Daniel Schmidt, 20ª do ranking mundial na final, que teve parciais de 6x4 -1x6 e 11x9. As...
Continuar lendo...

Menina atropelada e morta era aluna da Escola Cedro Alto

A Escola de Ensino Fundamental Cedro Alto publicou uma nota de pesar pela morte de uma de suas alunas, vítima de atropelamento neste sábado (17). Milena Ketlin Ristow (9) foi atingida por um Fiat Uno na Rua Davi Hort. Ela estava acompanhada da mãe. A Polícia Militar, conseguiu localizar o veículo, um Fiat/Uno, bem como identificar o motorista, do qual foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Brusque. Milena era aluna do quarto...
Continuar lendo...