Barroso reafirma que nunca foi registrada fraude nas urnas eletrônicas

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, reafirmou hoje (9) que jamais foi registrada nenhuma fraude desde a implantação das urnas eletrônicas, em 1996. Segundo Barroso, o sistema é integro e permitiu a alternância no poder.

A manifestação de Barroso foi feita após declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro na manhã de hoje. Durante conversa com apoiadores, Bolsonaro voltou a defender o voto impresso para auditar os resultados das eleições de 2022 e disse que “a fraude está no TSE”.

Em nota, Barroso lembrou que a presidência do TSE é exercida por ministros do Supremo Tribunal Federal e que, desde 2014, o cargo foi ocupado por Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Luiz Fux, Rosa Weber e por ele mesmo. "Todos participaram da organização de eleições. A acusação leviana de fraude no processo eleitoral é ofensiva a todos." 

Veja a íntegra da nota divulgada pelo TSE:

“Tendo em vista as declarações do Presidente da República na data de hoje, 9 de julho de 2021, lamentáveis quanto à forma e ao conteúdo, o Tribunal Superior Eleitoral esclarece que:

1. Desde a implantação das urnas eletrônicas em 1996, jamais se documentou qualquer episódio de fraude. Nesse sistema, foram eleitos os Presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro. Como se constata singelamente, o sistema não só é íntegro como permitiu a alternância no poder.

2. Especificamente, em relação às eleições de 2014, o PSDB, partido que disputou o segundo turno das eleições presidenciais, realizou auditoria no sistema de votação e reconheceu a legitimidade dos resultados.

3. A presidência do TSE é exercida por Ministros do Supremo Tribunal Federal. De 2014 para cá, o cargo foi ocupado pelos Ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso. Todos participaram da organização de eleições. A acusação leviana de fraude no processo eleitoral é ofensiva a todos.

4. O Corregedor-Geral Eleitoral já oficiou ao Presidente da República para que apresente as supostas provas de fraude que teriam ocorrido nas eleições de 2018. Não houve resposta.

5. A realização de eleições, na data prevista na Constituição, é pressuposto do regime democrático. Qualquer atuação no sentido de impedir a sua ocorrência viola princípios constitucionais e configura crime de responsabilidade”. 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Motorista sofreu politraumatismo na colisão

O Corpo de Bombeiros divulgou relato sobre o acidente envolvendo carro e caminhão na manhã desta sexta-feira (5) na Rodovia Ivo Silveira, em Brusque. De acordo com a corporação, as guarnições do Arcanjo-03 (BOA-Blumenau), ASU-440 e AR-146 de Gaspar e ABTR-114 de Brusque foram acionadas para ocorrência de acidente de trânsito, com vítima presa nas ferragens do veículo, politraumatizada. Ao chegar no local, foi confirmada...
Continuar lendo...

Waguinho se diz esperançoso após derrota para o Cruzeiro

Mesmo com a derrota de ontem (10), para o Cruzeiro, por 2 a 0, no Mineirão, pela 35º rodada do Brasileirão, Série B, o Técnico Waguinho Dias disse que ficou confiante com o resultado. “Existem derrotas e derrotas. Contra o Confiança eu saí muito desgastado e muito chateado com eles, a derrota de hoje, já saí esperançoso para o próximo hoje, por tudo que foi apresentado no primeiro tempo”. Waguinho...
Continuar lendo...

(VÍDEO) Câmera mostra momento em que caminhão tomba na rodovia, em Brusque

Imagens de câmeras de um estabelecimento mostram o momento em que um caminhão tomba na Rodovia Antônio Heil, acesso ao bairro Nova Brasília, em Brusque. O acidente aconteceu por volta das 12 horas desta sexta-feira (22).  Nelas é possível verificar que o veículo trafegava em velocidade reduzida, quando a carga acabou cedendo para o lado, fazendo com que o mesmo tombasse.  Apesar do estrago, ninguém se feriu.
Continuar lendo...