Taxa de inadimplência deve ser de 4,04% este mês, prevê Ibevar

A taxa de inadimplência (recursos livres) deve ficar entre 3,77% e 4,31%, com média estimada de 4,04% para este mês, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar). 

O resultado reflete uma queda de 0,15 ponto percentual em relação ao real valor de maio, e de 0,01 ponto percentual em relação ao valor estimado para junho de 2021. 

Pelo segundo mês consecutivo, a inadimplência no país apresentou baixa em relação aos períodos anteriores. Em junho, essa mesma taxa foi de 4,05%, - 0,18 ponto percentual abaixo do valor calculado para maio.

Para o economista e presidente do Ibevar, Claudio Felisoni de Angelo, essa retração contínua condiz com o aumento da inflação, retração do mercado de consumo, altos níveis de desemprego no país e com o fim do auxílio emergencial. 

“Mesmo com a reabertura gradual da economia, o cenário ainda é de muita incerteza para a maioria dos consumidores brasileiros. Desta maneira, muitas pessoas tiveram que cortar gastos ou poupar o dinheiro para pagar contas. Estes fatores, ligados ao aumento do custo de vida e ao fim do auxílio emergencial, fizeram com que a inadimplência em julho continuasse a apresentar queda, em relação aos períodos anteriores”, explicou Felisoni.

“Outros fatores coercitivos, que influenciaram no resultado deste mês, foram o aumento da Selic, o fim dos programas de parcelamentos de alguns bancos e a alta inflação dos preços nos produtos de bens e consumo do país. Essas quatro situações, atreladas ao aumento da taxa básica de juros do Brasil, retraem o consumo e, consequentemente, afetam a renda e geração de novas dívidas pelos consumidores”, acrescentou.

Inadimplência por recursos livres 

Inadimplência por recursos livres é o percentual da carteira de crédito livre do Sistema Financeiro Nacional com pelo menos uma parcela com atraso superior a 90 dias. Não inclui operações referenciadas em taxas regulamentadas, operações vinculadas a recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ou quaisquer outras lastreadas em recursos compulsórios ou governamentais.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Museu Casa de Brusque passa por reforma

O Museu Casa de Brusque está passando por reformas após captação de recursos destinados por empresas locais. Foram iniciados os trabalhos de troca do piso de taco de madeira por piso de cerâmica, pintura das paredes internas e acessibilidade para os sanitários, entre outras ações. Em 2020 a  Casa de Brusque teve aprovado Projeto Cultural do Plano Anual de Atividades 2022, aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura. Foi...
Continuar lendo...

(Vídeo) Em visita a Brusque, Luciane Carminatti destaca trabalho do Savs e contato com educadores

A deputada estadual Luciane Carminatti (PT)  cumpriu agenda em Brusque, na última sexta-feira (29). A visita ocorreu após convite da vereadora, do mesmo partido, Marlina Schiessl. Luciane destacou a oportunidade de conhecer iniciativas como o Serviço de Atenção Integral as Pessoas em Situação de Violência Sexual (Savs). Na avaliação dela, o modelo poderia ser levado para outras regiões do estado.  Ela...
Continuar lendo...

Família pede ajuda para traslado de corpo de jovem vítima de acidente

A família da jovem Jaila Santana Cardoso de Lima, vitima do acidente no bairro Primeiro de Maio (Relembre o caso), iniciou uma campanha online para traslado do corpo. O objetivo é que o corpo da jovem seja velado e sepultado no Para, local de onde era natural, e em que vivem seus amigos e familiares. Segundo informações de um familiar de Jaila que publicou em suas redes sociais, o custo para o traslado da jovem ficara no valor de R$ 15 mil, e para ajudar nos...
Continuar lendo...