Menina recém nascida estava em uma casa abandonada

Uma situação inusitada e emocionante foi registrada pelo Corpo de Bombeiros de Santa Catarina no final de semana. Uma criança, recém-nascida, estava abandonada, enrolada em panos em uma residência abandonada. A operação de resgate aconteceu por volta de 2h50 da manhã do último sábado 919), em Três Barras, Santa Catarina.

De acordo com informações das equipes de resgate, uma solicitação foi feita à Polícia Militar para prestar atendimento a um recém-nascido que havia sido abandonado. Era uma menina, que estava enrolada em um cobertor. Não havia ninguém no local.

O Conselho Tutelar do município e a Polícia Militar foram acionados. Após receber os primeiros atendimentos, a criança foi encaminhada para o hospital.

Não há informações sobre quem abandonou no local.

As equipes, hospital, deram o nome de Vitória à menina.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

OSB Brusque sugere elaboração de lei para novos editais de obras públicas

No fim do mês de março, o Observatório Social de Brusque (OSB Brusque) esteve reunido com os Presidentes das Câmaras de Vereadores dos municípios de Brusque, Guabiruba e Botuverá, para apresentar uma proposta sobre a necessidade de implementação de ações estruturadas e permanentes, referentes à manutenção de obras públicas municipais. O OSB Brusque foi representado pelo seu diretor executivo,...
Continuar lendo...

Aberto novo agendamento de vacina Covid-19 em Brusque

A Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde de Brusque informa à comunidade que está aberto o agendamento de vacinação contra Covid-19 para público com 30 anos ou mais e trabalhadores da indústria de 18 anos ou mais, no site oficial do Município.  A vacinação destes grupos vai ocorrer nos períodos matutino e vespertino, nos dois Centros de Vacina, na Unifebe e Uniasselvi, entre...
Continuar lendo...

Golpista do cartão clonado, recebe pena de 15 anos de prisão, em Brusque

Preso em flagrante e condenado pelo crime de estelionato, praticado contra duas idosas, mais uso de documento falso, um homem voltou a ser condenado em Brusque. Desta vez, ele vitimou oito idosos, com registro de ter causado prejuízo aproximado de R$ 66,6 mil. Segundo denúncia do Ministério Público, os casos ocorreram em novembro de 2020. O golpe do cartão clonado seguia um padrão: o homem se identificava para as vítimas como...
Continuar lendo...