Apoio do BNDES permitiu à Fiocruz avançar na produção do IFA nacional

Dois projetos de desenvolvimento tecnológico e inovação do Centro Henrique Penna (CHP), parte do Complexo Tecnológico de Vacinas (CTV) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), receberam R$ 48,4 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em recursos não reembolsáveis, por meio do Fundo Técnico e Científico do banco (Funtec).

Segundo informou hoje (11) o banco, o apoio concedido pelo BNDES permitiu que a Fiocruz tivesse a infraestrutura necessária para a rápida incorporação da produção 100% nacional do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) da vacina AstraZeneca, contra a Covid-19, cujo contrato de transferência tecnológica foi assinado em 1º de junho. De acordo com o BNDES, os investimentos reduzem a dependência externa de tecnologia e favorecem a produção, no país, de medicamentos biotecnológicos.

As instalações construídas receberam recentemente, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a verificação da Condição Técnico Operacional (CTO) e o certificado de Boas Práticas de Fabricação (cBPF) para a produção do IFA.

Protótipos

A primeira operação do BNDES Funtec ao CHP foi contratada em 2007 e destinou R$ 30,1 milhões não reembolsáveis para construção da planta de protótipos. Nessa área, são realizadas as fases finais do desenvolvimento de novos produtos, em escala industrial, englobando biofármacos, vacinas e reativos para diagnóstico.

A segunda operação, contratada em 2014 e com previsão de conclusão em julho próximo, destinou R$ 18,3 milhões para equipar a planta de protótipos. A plataforma de processamento final da planta será utilizada para o acréscimo de capacidade produtiva de vacina contra covid-19, fruto da parceria da Fiocruz com a empresa britânica AstraZeneca.

Autonomia

O diretor de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Maurício Zuma, considera que o financiamento recebido do Funtec foi fundamental para a operacionalização, desenvolvimento e absorção de tecnologia por Bio-Manguinhos, assegurando autonomia ao Brasil para a produção de biofármacos e kits de diagnóstico da covid-19. “Graças a esse investimento, Bio-Manguinhos foi capaz de dar respostas rápidas nesse momento da pandemia, inicialmente com o escalonamento da produção do kit molecular para a covid-19 e, agora, com o início da produção do IFA nacional para a vacina", celebrou Zuma.

Já o superintendente da Área de Gestão Pública e Socioambiental do BNDES, Julio Leite, ressaltou que o apoio não reembolsável do BNDES à saúde teve sempre a preocupação de enfrentar desafios tecnológicos e lacunas de infraestrutura para o desenvolvimento de medicamentos e produtos estratégicos para o Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo, segundo enfatizou, é “aumentar o acesso da população a produtos nacionais mais inovadores”. A planta de protótipos do CHP é a primeira planta biotecnológica da iniciativa pública do país, salientou o BNDES.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Fora de casa, o Brusque FC perde para o Guarani pela série B

O Brusque FC entrou em campo no domingo (04) em Campinas para enfrentar o Guarani pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida aconteceu no estádio Brinco da Princesa. Com uma baixa atuação do setor defensivo o quadricolor perdeu por 4 a 1, amargando a sua terceira derrota na competição. Aos 03 minutos de jogo, Toty acaba fazendo a carga faltosa dentro da área e o pênalti foi marcado para o Guarani. Régis na...
Continuar lendo...

Homem de 52 anos é mais uma vítima do Coronavírus, em Brusque

Brusque registrou, neste domingo (01), o óbito de número 299 associado ao coronavírus. Trata-se de um homem de 52 anos, morador do bairro Limoeiro. Manifestou os primeiros sintomas da doença em 11 de julho. Teve passagem pelo Centro de Triagem de Sintomáticos Respiratórios do município. O paciente, que possuía comorbidades, foi internado em 20 de julho e encaminhado para a UTI no mesmo dia.
Continuar lendo...

Uma pessoa fica ferida em acidente envolvendo três veículos no Centro

Os Bombeiros foram acionados para atender um acidente de trânsito envolvendo três veículos na tarde de terça-feira (15), por volta das 16h06min na Rua João Bauer, no Centro. No local, a condutora de um Gol, 43 anos, estava consciente e com dores na região torácica e foi levada ao Hospital Azambuja. Uma segunda vítima do acidente, o motorista do Cruze, 43 anos, nada sofreu e a condutora do terceiro veículo envolvido, uma Honda Civic,...
Continuar lendo...