Advogado apresenta levantamento sobre situação das pontes e faz alerta

Vídeos

Assista a entrevista completa

Na manhã desta quinta-feira (10), participou do programa Rádio Revista Cidade o advogado da família de Alacir Fusinato Júnior, que faleceu após queda de uma ponte pênsil no bairro Limoeiro no mês de junho de 2020. Rafael Fischer Silveira de Souza explicou que a defesa contratou técnicos para avaliar aquela estrutura de forma aprofundada e com o levantamento de informações foi possível se obter alguns dados sobre as demais estruturas em Brusque.

“Verificamos que não existe um acompanhamento e sim reparos pontuais, como troca de uma tabua, pinturas, buracos nas pontes. Desde 1999, a Câmara através de vereadores vem realizando diversos pedidos para reparos ou substituição de estruturas na cidade. Até porque temos um histórico de cheias e isso pode alterar a estrutura. Especialmente a ponte pênsil do Limoeiro, a estrutura ainda está lá, e os moradores querem a retirada, mas ainda ela permanece”, afirmou.

Segundo ele, as informações dão conta que são nove pinguelas na cidade. Rafael foi questionado sobre a forma que população utiliza essas estruturas. No caso do Limoeiro, a passagem de motociclistas não era permitida e Alacir caiu com a moto.

“Não tinha, conforme relatos de moradores, placas proibitivas e segundo me consta ele estava empurrando a moto e não pilotando. Eles não caíram em função do ciclone, do balanço da ponte e sim porque a estrutura se rompeu”, afirmou.

Ele alerta a administração para que tenham um olhar atento a esses reparos.

"Uma ponte que eu acho que precisa de um reparo urgente e a da Cristalina. A estrutura apresenta madeiras podres e cabos enferrujados”, concluiu.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões