Equipe apresenta balanço do combate à pandemia em Brusque

Na tarde desta terça-feira (8), a Secretaria de Saúde de Brusque divulgou o balanço das ações que vem executando para enfrentar o Coronavírus, além dos dados da vacinação desde do começo da pandemia em março de 2020.

O secretário de saúde, Osvaldo Quirino de Souza, falou sobre os números atuais de casos na cidade. Segundo Souza, é importante divulgar esses dados de maneira clara e transparente para população. Ele comenta que, diariamente, os profissionais de saúde são abordados por pessoas sobre muitas notícias com dúvidas e fake news sendo espalhadas, o que não condiz a relação de Brusque.

O secretário lembra que a taxa de letalidade no país é bastante elevada, o que não se reflete na cidade, que está até abaixo dos níveis aceitáveis de uma doença de tamanha taxa de mortalidade.

Por isso, afirma, a importância em divulgar os números de contaminados, óbitos, da vacinação, das doses aplicadas para tranquilizar a população.

Osvaldo lembrou que em nenhum momento quando se viveu a segunda onda, que foi a mais grave até agora, os hospitais da cidade entraram em colapso por falta de leitos de UTI. Muito menos foi preciso transferir os pacientes para outra cidade e, sim, o contrário: pacientes de outras cidades foram enviados para Brusque.

Ainda de acordo o secretário, a população da cidade se solidarizaram pelo momento que era vivido e se cuidou ainda mais.

Sobre os próximos passos em relação ao enfrentamento da pandemia, o secretário explicou que a prioridade agora é barrar a evolução da quarta onda da doença e priorizar a vacinação. Para ele, quanto maior o número de pessoas vacinadas, melhor será o controle da pandemia. Isso porque está provado que a vacina é o único e eficaz método de se barra a doença.

“Nossa prioridade será vacinar e vacinar. Quanto mais doses recebemos, mais agilidade daremos ao processo de vacinação. Vacinaremos nos finais de semana, no sistema de drive-trhu, nos postos de saúde. Queremos atingir o maior número de pessoas possível e o mais rápido”, disse.

O médico infectologista Ricardo Freitas participou da coletiva e explicou a necessidade de a população se vacinar. Ele comenta que todas as vacinas funcionam e tem grau de efetividade sobre as variantes. Percentual que fica acima de 60%.

Freitas comenta que, atualmente, 15% da população de Brusque já estão vacinadas. Ele espera que, no mínimo, 70% se vacinem, mas o objetivo é lutar para se chegar aos 100%. Com esse percentual já se consegue controlar a pandemia e reduzir a mortalidade a quase zero.

A diretora de Saúde, Ariane Fischer, também comentou sobre as vacinas. Ela explica que a pasta se organizou para que não fique nenhuma dose parada. Toda vez que chega um lote, a equipe já organiza o centro de vacinação para tão logo comece a aplicar nas pessoas.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Polícia prende suspeito por porte ilegal de arma de fogo

Na tarde desta terça-feira (15), a Polícia Militar de Brusque prendeu uma pessoa de 45 anos, por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Segundo informações dos militares na última segunda-feira (14), ocorreu um roubo num supermercado, no bairro Santa Rita. A vítima explicou que por volta das 09h da manhã, um homem entrou no estabelecimento e furtou três garrafas de Whiskey, totalizando o valor de R$ 390 reais. A vítima informou que o autor colocou os objetos na calça e...
Continuar lendo...

Caminhão derruba parte da carga na Rodovia Antônio Heil e complica o trânsito

Quem se deslocava para a cidade de Itajaí, através da Rodovia Antônio Heil, na noite desta quinta-feira (29) enfrentou um enorme congestionamento. É que um caminhão basculante acabou derramando parte da carga de brita que transportava. Uma verdadeira operação foi montada para fazer a limpeza do trecho. Guarnições da Polícia Militar Rodoviária de Gaspar, com apoio do Corpo de Bombeiros de Itajaí, fizeram a...
Continuar lendo...

(VÍDEO) “A rua está um silêncio. Está tudo um silêncio"

A vida da costureira Alvaci Abreu e de sua família nunca mais será a mesma. Assim como o dia 17 de julho jamais será esquecido. Naquela data, a filha dela, a pequena Milena Ketlin Ristow, de apenas nove anos de idade, teve sua vida tragicamente interrompida ao ser atropelada por um veículo na Rua Davi Hort, no bairro Cedro Alto, em Brusque. O motorista foi preso. No local da tragédia, ainda é possível se verificar a marca do pneu do...
Continuar lendo...