"Sou contra qualquer lei que obrigue o empresário fazer algo sem contrapartida"

O vereador André Vechi (DC) foi o entrevistado esta sexta-feira (28) do programa Rádio Revista Cidade, da Rádio Cidade. Ele falou sobre os trabalhos à frente da Comissão de constituição, Legislação e Redação da Câmara Municipal de Brusque, à qual preside, bem como dois temas que protagonizou nas últimas reuniões e que trazem grande polêmica.

Um deles foi o discurso da última delas. Na oportunidade, Vechi entrou em embate com a vereadora Marlina Schiessl (PT) ao dizer que duas condenações recentes que a Prefeitura sofreu por questões de governos anteriores (Ciro Roza e Paulo Eccel) ou foram por motivos de corrupção ou má gestão.

“Acredito que o município não tem condições hoje de desembolsar esse valor. Obrigatoriamente vai ter que pagar”, destacou ele.

Os valores dizem respeito a R$ 27 milhões que deverão ser devolvidos à união por conta de irregularidades na obra do canal extravasor da margem direito do rio Itajaí Mirim, construída na primeira gestão do ex-prefeito Ciro Roza, na década de 1990.

Já o segundo montante, de R$ 8 milhões, se refere ao não enquadramento de servidores que recebiam auxilio transporte até 2008 e ficaram de fora quando da criação do Plano de Cargos e Salários aprovado em 2010.

Outro tema levantado pelo vereador foi sobre o projeto de lei que obriga as farmácias a aferirem a pressão arterial de forma gratuita. De autoria do colega de partido dele, Natal Carlos lira, a proposta foi tirada de tramitação depois de muito embate e adiamentos na segunda votação. Na primeira, foi aprovada.

“Isso abre um precedente perigoso. Hoje, iriamos obrigar a farmácia a ferir a pressão de graça. Lá na frente, vai ser o quê? A hipertensão é um problema. Mas a diabetes também ´pe. Então vou obrigar a farmácia a fazer o teste de glicemia de graça? Obrigar a farmácia a, daqui a pouco, fazer teste de Covid de graça”, questionou ele.

O projeto foi retirado de pauta por 30 dias, a pedido do vereador Jean Pirola (Progressista).

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões