Juiz cobra vacinação de presos com mais de 60 anos

Juiz de Direito da 3ª. Vara Criminal e Corregedor do Sistema Prisional de Joinville, João Marcos Buch, chamou atenção em Santa Catarina, após assinar uma solicitação para que a prefeitura daquele município fizesse a vacinação dos detentos do chamado grupo de risco antes do restante dos presos. O assunto é polêmico, e segundo matéria do Diário Catarinense, a Defensoria Pública do Estado (DPE) está cobrando da Secretaria de Estado da Saúde a vacinação de detentos com mais de 60 anos, um grupo aproximado de 330 pessoas em SC.

Por conta desta demora no cumprimento da lei tem levado a situação para a Justiça. Na avaliação do Juiz João Marcos Buch, os idosos presos, assim como todos os outros, devem ser vacinados dentro do chamado primeiro grupo prioritário. O tema tem gerado discussão no Estado, pois a lei está sendo ignorada na maior parte dos municípios em SC, e deixado esta imunização da população carcerária, para a quarta fase da campanha da qual ainda não tem data para ocorrer. Até o momento, as cidades de Jaraguá do Sul, Maravilha, Tubarão, Laguna, Imbituba, Chapecó, Lages, Araranguá, Porto União, Canoinhas e São Cristóvão fizeram a imunização desse grupo.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões