Assembleia da ADANPIB foca na integração com a Itália e elege dirigentes

A reconstituição dos vínculos dos descendentes da pioneira colônia de italianos no Brasil, a Colônia Nova Itália, fundada em 1836, no Alto Vale do Rio Tijucas-grande, com a República Italiana, foi a tônica principal da Assembleia Geral da Associação dos Descendentes e Amigos do Núcleo Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil - ADANPIB, realizada das 15h às 17h14min de sábado, 27 de março de 2021, na Câmara Municipal de São João Batista, com participantes de várias regiões catarinenses e dos estados do Paraná e de São Paulo.

A correção do grave erro histórico cometido contra Santa Catarina, pelo Congresso Nacional e pela Presidência da República, com a aprovação e sanção da lei federal nº. 13.617/2018, que atribui, equivocadamente, ao município de Santa Teresa, no Espírito Santo, o título de "Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil", que de fato pertence à Colônia Nova Itália, fundada por 132 imigrantes italianos, em 1836, no atual município de São João Batista, em Santa Catarina, também esteve em pauta, ao lado da eleição e posse dos dirigentes da ADANPIB para o biênio 2021/2023.

Com espírito colaborativo, da Assembleia participaram vários líderes catarinenses, como o senador e ex-governador Esperidião Amin, Desembargador Carlos Alberto Civinski, Secretário de Estado da Agricultura Altair Silva, presidente da Fundação Catarinense de Cultura - FCC Ana Lúcia Coutinho, Presidente da Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina Tullo Cavallazzi Filho, advogado Rodrigo Capella e do presidente da Academia Catarinense de Letras - ACL, jornalista e escritor Moacir Pereira.

 

A Assembleia Geral foi presidida pelo historiador Paulo Vendelino Kons e secretariada pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de São João Batista, Jean Kayser.

 

Celebração do Gemellaggio

 

Na palestra proferida, na abertura dos trabalhos, pelo conselheiro do COMITES – 'Comitado degli Italiani all'Estero' do Paraná e Santa Catarina junto ao Consulado Geral da Itália em Curitiba/PR, ex-consultor da Província Autônoma de Trento, Mestre em "Integrazione europea: politiche e progettazione comunitaria" pela Università degli Studi di Padova – Itália,  Advogado e Professor de Direito Internacional da Faculdade Católica de Santa Catarina, o Dr. Elton Diego Stolf, destacou: “Antes de providenciar um pacto de Gemellaggio, (Cidades-Irmãs), um nível bastante elevado de integração entre duas ou mais cidades, será preciso providenciar um inicial “pacto de amizade” com algumas cidades da região da Ligúria ou da Sardenha”. O conselheiro Stolf referiu à importância de “um levantamento histórico na Itália junto aos arquivos públicos da Sardenha e de Genova” e enfatizou que “os trabalhos poderiam ser realizada juntamente com o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina – IHGSC”, resultando “num processo de aprofundamento do conhecimento recíproco e de consolidação dos laços de amizade em diversos níveis: o conhecimento, o encontro e a colaboração entre pessoas; a troca de experiências e estratégias; a realização de projetos comuns pautados no respeito às tradições e à diversidade sociocultural; a troca de informações sobre o desenvolvimento socioeconômico, especialmente nos âmbitos agrícola, artesanal, industrial, comercial, ambiental, turístico e cultural”.

O professor Elton Stolf preconizou também um segundo momento, quando “esses laços poderão ser ampliados para viabilizar cooperação técnica, sócio-econômica, agrícola, turística, religiosa, ambiental, escolar, administrativa e em tantas quantas foram as áreas de interesse” das comunidades originárias dos pioneiros italianos e de seus descendentes em terras catarinenses.

Presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná nos anos de 1979 a 1991, editor e diretor responsável da revista bilíngüe INSIEME, o jornalista Desiderio Peron pronunciou-se sobre a luta do Movimento Santa Catarina Requer a Correção do Erro Histórico e reafirmou que a “Colônia Nova Itália é o berço da imigração italiana no Brasil”.

Os depoimentos dos descendentes, historiadores e de importantes líderes catarinenses, uníssonos em torno do compromisso de reconhecimento legal do pioneirismo da Colônia Nova Itália, de reavivamento dos vínculos com a Itália e da digna celebração do Bicentenário da Imigração Italiana no Brasil, estão disponíveis em https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1669501419901032&id=100005235705173 

 

Dirigentes da ADANPIB no biênio 2021/2023

 

Estatutariamente integrado por 12 titulares e seis suplentes, o Conselho de Administração da ADANPIB terá como presidente, no biênio 2021/2023, o empresário da construção civil João Soares, de Jaraguá do Sul, e secretária a professora Amanda Thainá Mello, de Colônia Nova Itália.

Para presidir a Diretoria Executiva, o agricultor e memorialista José Sardo, o Saulo, da Colônia Nova Itália, foi reconduzido, tendo como vice-presidente o contador e perito Helio Paulo Sartori, de São José. Residentes em São João Batista, o empresário Placido Vargas foi eleito tesoureiro, a servidora pública Márcia Helena Reinert, secretária, e o orientador agrícola Sebastião Sardo, diretor executivo da ADANPIB.

Com três membros titulares e dois suplentes, o Conselho Fiscal será presidido pela professora Rosana Sardo Kreusch, de Colônia Nova Itália.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, membros efetivos: João Soares, Amanda Thainá Mello, Izaías Joaquim Gonzaga, Malcon Gustavo Tonini, Jaison Simas, Sergio Roberto Machado, Jânia Catarina Zunino Frederico, Marinete Richter, Rudinei Sardo, Almir Peixer, Sebastião Sardo e Orli Angeli.

Membros suplentes: Mario Cesar Pera, Wander Valério Vieira, Vagner Fagundes, Elizangela Sardo, Laurindo José Kons e Fagner Armando do Nascimento Vieira.

 

CONSELHO FISCAL, membros titulares: Rosana Sardo Kreusch, Maria Crispim Martins e Edson Angeli.

Suplentes do Conselho Fiscal: Ana Paula Zunino e Vilmar Arnoldo Sartori.

 

DIRETORIA EXECUTIVA

Agricultor e Memorialista José Sardo - Diretor Presidente

Contador Helio Paulo Sartori - Diretor Vice-Presidente

Márcia Helena Reinert - Primeira Diretora Secretária

Naiara Angeli – Segunda Diretora Secretária

Placido Vargas - Primeiro Diretor-Tesoureiro

Elson Peixer – Segundo Diretor-Tesoureiro

Sebastião Sardo - Diretor Executivo

Vilmar Arnoldo Sartori - Diretor Executivo Adjunto

Professora Jânia Catarina Zunino Frederico – Diretora da Diretoria Executiva de Planejamento Gestão Estratégia e Avaliação

Professor Juliano Martins Mazzola - Diretor da Diretoria Executiva de Ensino

Professora Elizete Peixer - Diretora da Diretoria Executiva de Estrutura Promocional

Já a Diretoria Executiva de Pesquisa, Estudo, Formação e de Registro Histórico-Editorial da ADANPIB será integrada pela Me. Marcia Peixe Vargas, Professor Malcon Gustavo Tonini e o jornalista e cientista político Dirlei Silva.

Dúvidas ou Sugestões

Vigilância divulga programação do Test-móvel

Na tarde desta quinta-feira (15) a Diretoria de Vigilância em Saúde divulgou a programação da Unidade Móvel para Testes de Assintomáticos do Coronavírus para a próxima semana através do Test-móvel: 19 de abril – 08h30 às 12h e das 13h às 16h30: Centro, Estacionamento da Uniasselvi; 20 de abril – 09h às 11h: São João, estacionamento do Mercado Hort; 20 de abril – 14...
Continuar lendo...

Ministério determina, segunda dose, só depois de 28 dias

Por uma determinação do Ministério da Saúde, a partir de agora, quem tomar a primeira dose da vacina Coronavac, terá de esperar por 28 dias e não mais por 21 dias para receber a segunda dose. Esta informação foi repassada no começo da tarde desta sexta-feira (23) pela Diretoria de Vigilância em Saúde. A diretora da Vigilância em Saúde, Ariane Fischer, reforça que as pessoas que receberam a...
Continuar lendo...

Polícia Militar é acionada para atendimento de Maria da Penha e se depara com arsenal de facção criminosa

No final da manhã desta quarta-feira (05), a polícia militar foi acionada para o atendimento de ocorrência de Maria da Penha, no Bairro Murta em Itajaí. Ao chegar ao local, os policiais se deparam com a mulher que teria sido vítima da violência doméstica, e ao conversar com ela, a mesma relatou que estava tudo bem, que iria se mudar para a casa de sua mãe. Então a guarnição foi conversar com o autor, para ouvir sua...
Continuar lendo...