Aumento de preços atrasa construção da nova sede dos bombeiros

O aumento considerável no preço e itens da construção civil está fazendo com que a construção da nova sede do Corpo de Bombeiros de Brusque passe por reavaliação. O prazo para que a estrutura estivesse pronta, a partir do início das obras, será de um ano e meio e, agora, já ultrapassa dois anos.

Apesar disso, o comandante dos bombeiros de Brusque, capitão Jackson Luiz de Souza, afirma que ela sairá do papel. Porém, o valor que há em conta, arrecadado há alguns anos a partir do antigo Funrebom (Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros) pode não ser o suficiente. Há em torno de R$ 5 milhões reservados para a obra.

A situação a pandemia fez com que o aumento nos preços dos preços. A direção dos bombeiros vai aguardar a atualização de valores para ver como proceder. A decisão foi tomada após reunião com a Secretaria de Infraestrutura Estratégica da Prefeitura de Brusque, já que a gestão do recurso, embora dos bombeiros, está a cargo da própria Prefeitura.

“Vamos ter que construir talvez de uma outra forma, em lotes, com alongamento de prazos. Os preços aumentaram bastante. Fala-se em torno de 30%”, pontua ele.

Segundo Jackson, a construção da nova sede foi pensada levando em conta o crescimento de Brusque nos próximos 30 anos. O projeto foi desenvolvido ao longo de dois anos.

A nova sede do Corpo de Bombeiros de Brusque será instalada atrás da antiga, que hoje é ocupada pelo Instituto geral de Perícias (IGP), na beira rio. Atualmente, enquanto o novo espaço não fica pronto, os bombeiros estão sediados no quartel do bairro Águas Claras.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Contribuinte com pendência deve entregar declaração e retificar depois

Mesmo com o prazo da entrega da declaração do Imposto de Renda (IR) terminando nesta segunda-feira (31), muitos contribuintes ainda não entregaram a prestação de contas. Para evitar o pagamento de multas por atraso, o secretário especial da Receita Federal, José Tostes, sugere que para não perder o prazo e pagar multa, o contribuinte pode entregar a declaração e depois fazer ajustes, correções...
Continuar lendo...

Polícia está investigando suspeita de abuso de menina pelo pai, em Brusque

A Polícia Civil segue na investigação para apurar a denúncia de abuso de uma menina de quatro anos pelo próprio pai, em Brusque. A mãe dela fez o comunicado à polícia, que prendeu o suspeito no útimo final de semana, no bairro Steffen. De acordo com a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, a mulher, de 36 anos, percebeu indícios de que a criança estava sendo abusada. O homem, de 35 anos,...
Continuar lendo...

Pela primeira vez, Matriz de Risco não indica regiões no nível gravíssimo, em SC

A Matriz de Risco Potencial Regionalizado em Santa Catarina não registrou, pela primeira vez, regiões em risco gravíssimo, indicadas pela cor vermelha no mapa divulgado pelo Estado. A versão divulgada neste sábado (9) também não indica a incidência de regiões no grava, demarcadas pela cor laranja. Ao todo são 13 regiões com risco potencial alto, em amarelo, além de quatro no risco potencial moderado, na cor...
Continuar lendo...