Brusque poderá ter campanha de estímulo ao plantio de Citronela e Crotolária na prevenção à dengue

Em sessão ordinária virtual realizada na terça-feira (23), os vereadores aprovaram, em primeira discussão e votação, o Projeto de Lei Ordinária nº 03/2021, de origem legislativa, que prevê a criação, pelo Poder Executivo, de uma campanha de mobilização social para o cultivo das plantas Citronela (Cymbopogon winterianus) e Crotalária (Crotolaria juncea) como método natural de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue e outras doenças, como zika e chikungunya. 
De autoria do vereador Jean Pirola (PP), o texto indica que sejam distribuídas à população mudas de ambas as espécies de plantas, em ações concomitantes às estratégias já adotadas para prevenir a proliferação do Aedes Aegypti.
 
A fim de que a proposta seja cumprida conforme o disposto no PL, a Prefeitura fica autorizada a firmar convênios e parcerias com outros órgãos da administração pública direta e indireta dos poderes públicos municipal e federal.
 
O Poder Executivo poderá, também, realizar campanhas educativas nas escolas públicas municipais e nos órgãos de atendimento em Saúde, informando sobre os benefícios da Citronela e da Crotolária e apresentando sementes a alunos e pacientes. Além disso, o projeto cogita que sejam introduzidas mudas de Citronela e Crotolária em áreas públicas. 
Outra ação proposta no PL é a criação de um banco de cultivo de sementes e mudas dessas espécies, bem como a sua distribuição a pessoas previamente cadastradas.
 
Evitar água parada 
Antes de ser encaminhada à deliberação do plenário, a proposta recebeu pareceres favoráveis das comissões em conjunto de Constituição, Legislação e Redação (CCLR), Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira (CFOFF) e Meio Ambiente (CMA). “Há várias formas de utilizar a Citronela como repelente, seja por sua presença no pátio das casas, seja pelo uso de suas folhas cortadas em cada cômodo das residências, ou por velas, óleos e incensos feitos à base da planta”, registrou a CMA. “Segundo especialistas, a Crotolária é uma planta cujas substâncias naturais em suas flores atraem a libélula, um dos predadores naturais do mosquito Aedes Aegypti. A libélula não é um inseto comum nas áreas urbanas, daí por que a importância do plantio da Crotolária para atraí-la às cidades”, acrescentou a comissão. 
 
A CMA ponderou, no entanto, que toda campanha idealizada com foco na Citronela e na Crotolária deverá enfatizar que a forma mais eficaz de combater a proliferação do Aedes Aegypti é evitar o acúmulo de água parada.
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Acidente, embriaguez e agressões terminam com motociclista preso

Um homem foi preso pela Polícia Militar de Brusque após se envolver em um acidente, bater boca com a outra pessoa envolvida no fato e com a própria PM. O caso foi registrado no final da tarde de ontem, quinta-feira (25), no Bairro Azambuja. De acordo com a PM, era por volta das 18h07 quando os policiais foram acionados para atender a ocorrência de dirigir sob embriaguez ao volante. O autor estava em uma motocicleta Honda CG 150 e colidiu na traseira de um...
Continuar lendo...

Segunda dose para idosos que receberam a vacina no dia 25 de março é adiantada

Idosos com mais de 70 anos, que receberam a primeira dose da vacina contra Covid-19 no dia 25 de março, devem se dirigir à Vila Schlosser nesta quinta-feira (15) para tomar a segunda dose. A imunização ocorrerá em forma de drive thru, entre 18h e 22h. “Não é necessário realizar agendamento. No cartão de vacinação destes idosos a data para segunda dose foi marcada para o dia 17 de abril, mas por uma...
Continuar lendo...

Guabirubenses podem doar parte do IR para projetos sociais

Projetos esportivos e neuromotores podem ser apoiados através de recursos doados pelos cidadãos de Guabiruba. Por meio de doações do Imposto de Renda, crianças e adolescentes conseguem melhor qualidade de vida com projetos que estimulam a saúde. Um deles é o projeto realizado pela APAE PediaSuit, um tratamento intensivo com duração de quatro semanas, com quatro horas diárias de exercícios associados ao uso de um...
Continuar lendo...