(Vídeo) Brusque tem mais de cem pedidos de redutores de velocidade

Vídeos

Brusque tem mais de cem pedidos de redutores de velocidade

Há mais de cem pedidos para instalação de redutores de velocidade na cidade de Brusque. Os documentos foram protocolados na Secretaria de Trânsito e Mobilidade (Setram). As travessias elevadas lideram a lista.

O diretor de Trânsito, Renato Bianchi, afirma que eles se espalham por todas as áreas da cidade, do Centro às regiões mais afastadas. A definição sobre quais podem receber o serviço parte de uma equipe da secretaria, que faz a análise e verifica a viabilidade, tanto técnica quanto de ordem financeira. A instalação de uma travessia elevada, por exemplo, custa, em média, R$ 15 mil.

Bianchi afirma, ainda, que a maior parte dos casos é um tanto quanto curiosa. “O mais impressionante que é não são nem as vias principais. São ruas sem saída ou só de morador local”.

Outro fator verificado pelas equipes é de que os pleitos são para que as travessias não sejam instaladas próximo ou na frente das moradias ou estabelecimentos de que faz a solicitação.

“É algo complicado, porque pune somente o bom condutor. O mal condutor, o de moto que não alivia, vai pular. O que quer andar em alta velocidade passou a lombada vai baixar a marcha e jogar uma terceira”, pontua ele.

Para Bianchi, não basta apenas instalar a travessia em determinada rua. O estudo de viabilidade serve justamente para verificar os impactos no trânsito com um todo. Isso porque a estrutura faz com que haja redução de velocidade por um lado, mas pode causar congestionamentos.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões