Nik Imhof questiona decisão de lockdown e pede que a população não dependa de governo paternalista

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 16 de março, o vereador Nik Imhof registrou seu posicionamento a espeito da possibilidade de lockdown como medida de enfrentamento à pandemia de Covid-19.

O parlamentar citou matérias jornalísticas de veículos locais que indicam que o Poder Público estaria transferindo a tomada de decisão do fechamento total para o Poder Judiciário e vice-versa. “Nem mesmo nossos governantes, nem mesmo nós sabemos qual é o certo, se é lockdown ou manter tudo aberto”, manifestou.

Ele citou a posição de 2° lugar que o país ocupa no ranking mundial de mortos pela doença, atrás apenas dos Estados Unidos.  “Eu sei que é complicado apontar uma solução, acusar o poder público ou o comércio”, lamentou. A respeito do fechamento dos comércios, ele se posicionou: “Sou totalmente contrário, isso vai destruir nossa economia e não vai resolver o problema do coronavírus”.

Nik disse estar preocupado com aglomerações: “Postagens [nas redes sociais] de pessoas fazendo festas, aglomerações e festas clandestinas. Aí vem minha pergunta: quem é o culpado? Será que nós não podemos fazer nossa parte?”, indagou. “Ao longo deste ano, a gente participou de alguma confraternização que gerou um pouco mais de aglomeração. Mas chegamos a um ponto que devemos rever nossos conceitos”, confessou.

O parlamentar direcionou críticas à forma de governo paternalista. “Será que nós não podemos nos policiar e cuidar de nós mesmos? Sempre pedir a benção pra presidente, governador e prefeito?”, protestou, ao reforçar que o a população deve continuar cobrando atitudes da administração pública, mas colaborar com as medidas de segurança recomendadas.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Diretor-presidente do Samae Brusque assume presidência do Comupa

Em reunião remota realizada na tarde desta terça-feira, 30 de março, o diretor-presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque, Luciano Camargo, foi eleito presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico (Comupa) de Brusque. Ivan Jasper, diretor-geral da Secretaria de Turismo, será o vice-presidente. A mesa-diretora do Comupa ainda possui a superintendente da Fundação Cultural de...
Continuar lendo...

Durante festa homem é esfaqueado pela companheira

Na noite de domingo (28) em Ilhota, após uma discussão entre um casal, e que evoluiu para as vias de fato, um homem de 27 anos foi esfaqueado pela companheira. De acordo com os agentes, o casal participava de uma festa de aniversário da mulher de 28 anos. Após ingerirem certa quantidade de bebida alcoólica, por volta das 22h a festa acabou e se transformou em discussão entre o casal, e a mulher ao se armar com uma faca desferiu três golpes...
Continuar lendo...

Brusque registra nova morte em decorrência da Covid-19

A Vigilância em Saúde informa um novo óbito relacionado ao Coronavírus, na cidade de Brusque (SC). O 169º óbito trata-se de um homem, de 73 anos, morador do bairro Centro. Os primeiros sintomas foram no dia 16 de março. O paciente não foi atendido pelo Centro de Triagem e estava internado há 14 dias. Orientações O Centro de Triagem para Sintomáticos Respiratórios atende normalmente, em dias de semana...
Continuar lendo...