Vacinação em SC: Doses da Coronavac recebidas nesta quarta começam a ser distribuídas

O Governo do Estado iniciou a distribuição de metade das 147.400 doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, que chegaram a Florianópolis nesta quarta-feira, 17. Até esta quinta, 18, todas as doses estarão distribuídas.

No início da tarde de quarta, as centrais regionais de Joinville, Grande Florianópolis, Criciúma, Blumenau e Itajaí retiraram as doses na Central Estadual de Rede de Frio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), em São José. A regional de Criciúma ficará responsável pelas doses das regionais de Tubarão e Araranguá e a de Joinville pelas doses das centrais de Jaraguá do Sul e Mafra. 

Na quinta, 18, às 7h, o restante das vacinas serão transportadas pelo avião do Corpo de Bombeiros para as centrais do Oeste e Meio-Oeste: Joaçaba, Videira, Chapecó, São Miguel do Oeste, Xanxerê e Concórdia. A previsão é que todas as doses sejam entregues até o início da tarde. As vacinas de Lages e Rio do Sul serão transportadas pela Dive, via terrestre. Todos os veículos serão escoltados pela Polícia Militar. 

Conforme recomendação do Ministério da Saúde (MS), o Estado encaminhou 73.700 doses às centrais regionais para garantir a aplicação da primeira dose (D1) nos grupos prioritários. A segunda dose D2 será encaminhada posteriormente, tendo em vista que o intervalo de aplicação entre D1 e D2, da Coronavac, é de duas a quatro semanas.

As doses que chegaram nesta quarta, 17, a Santa Catarina serão destinadas à vacinação dos trabalhadores da saúde e dos idosos com idade entre 75 a 79 anos - 47%, totalizando 81% deste grupo na região Oeste e 60% nos demais municípios. 

Com relação aos trabalhadores da saúde, devido ao pequeno quantitativo de doses enviadas ao estado para este público-alvo, um total de 11.648, as doses serão distribuídas para os municípios que informaram à Dive a existência de trabalhadores de saúde não vacinados nas unidades hospitalares. “Nesse levantamento, contabilizamos 11.079 trabalhadores de saúde destas unidades que ainda não foram vacinados. Por esse motivo, vamos destinar essas doses a esses profissionais tão essenciais neste momento”, explica a gerente de imunização da Dive, Arieli Schiessl Fialho.

Dúvidas ou Sugestões