Homem é espancado até a morte após discussão durante churrasco, em Timbó

Um homem foi espancado até a morte após uma discussão durante um churrasco no último sábado (27), em Timbó. Ele foi encontrado no meio da rua já sem vida, com ferimentos no rosto, ensanguentado e com sinais de espancamento.

A vítima, ainda não foi identificada, aparentava ter em torno de 30 anos. O assassino informou à polícia que realizava o churrasco em casa quando a vítima começou a provocá-lo. Os dois então iniciaram uma luta corporal que se estendeu até a rua.

De acordo com testemunhas, o agressor exagerou nos golpes e continuou chutando e desferindo socos na vítima mesmo após ele já estar caído no chão. Ele foi preso e encaminhado até a Polícia Civil de Timbó para os procedimentos necessários.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Menina recém nascida estava em uma casa abandonada

Uma situação inusitada e emocionante foi registrada pelo Corpo de Bombeiros de Santa Catarina no final de semana. Uma criança, recém-nascida, estava abandonada, enrolada em panos em uma residência abandonada. A operação de resgate aconteceu por volta de 2h50 da manhã do último sábado 919), em Três Barras, Santa Catarina. De acordo com informações das equipes de resgate, uma solicitação foi...
Continuar lendo...

Homem é absolvido de homicídio triplamente qualificado

César Diego Santos Camargo foi a júri popular nesta sexta-feira (23). Ele era acusado de crime de tentativa de homicídio triplamente qualificado contra Michele Cristian Schirmer, esposa dele, na época do crime, registrado em 28 de abril de 2020. O caso ocorreu após o casal iniciar uma discussão, no Centro de Brusque. César teria usado uma faca para golpear a vítima. A sentença indica que os golpes foram motivados por ...
Continuar lendo...

Polícia Militar é acionada para atendimento de Maria da Penha e se depara com arsenal de facção criminosa

No final da manhã desta quarta-feira (05), a polícia militar foi acionada para o atendimento de ocorrência de Maria da Penha, no Bairro Murta em Itajaí. Ao chegar ao local, os policiais se deparam com a mulher que teria sido vítima da violência doméstica, e ao conversar com ela, a mesma relatou que estava tudo bem, que iria se mudar para a casa de sua mãe. Então a guarnição foi conversar com o autor, para ouvir sua...
Continuar lendo...