Ação inédita no combate ao mosquito da dengue será realizada em Brusque

A prefeitura de Brusque, por meio do Programa de Endemias, mesmo diante das ações de enfrentamento ao novo coronavírus, continua trabalhando para conter a disseminação do Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Zika Virus e Febre da Chikungunya. E para isso, na próxima semana a equipe do programa vai começar com uma ação inédita no município, a distribuição plantas do gênero Crotalária, mas especificamente Crotalária spectabilis. 

A coordenadora do Programa de Combate a Endemias, Letícia Figueredo, explicou sobre a importância da planta para o combate do Aedes Aegypti. “ Essa planta, ela atrai inúmeros insetos, entre eles a libélula, e a libélula deposita seus ovos nos mesmos locais que o Aedes Egiphity se reproduz, então, acabam se alimentando das larvas que são encontradas nesses locais, todos os locais com algum acúmulo de água,” disse.

Como vai funcionar
Os agentes de endemias vão oferecer as sementes nas residências dos bairros onde atuam, locais onde já foram encontrados focos positivos. Caso algum morador tenha interesse pode entrar em contato com a vigilância. Para a ação há uma parceria o horto florestal, que vai auxiliar na reprodução das mudas e também na plantação de algumas delas nas praças do município que forem viáveis.
Quem tiver interesse ou dúvidas pode entrar em contato pelo telefone: (47) 3110-1017

Parceria com os moradores
O incentivo de distribuir a planta veio de um morador do bairro Maluche, que ano passado ouviu uma reportagem e entrou em contato com a coordenação do Programa oferecendo a doação de sementes e mudas para auxiliar no combate ao Aedes Aegypt.  

As plantas
As mudas podem ser semeadas em vasos e até mesmo em saquinhos plásticos e não precisa enterrar muito, uma leve pressão já é suficiente, além disso elas podem ser semeadas diretamente no solo – é possível jogá-las em um terreno baldio, por exemplo. As sementes germinam rápido  - em cerca de 90 dias as plantas começam a florescer.

Dúvidas ou Sugestões